Ir para conteúdo

ANUNCIANTES

Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada

Eduardo Macedo

Novas portarias do Exército 2014

Posts Recomendados

O que me agradou foram as sugestões, principalmente a parte das lunetas que seria uma enorme avanço na legislação.

Eduardo Macedo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Valeu Eduardo!

 

Parabéns Vagner!

 

Suas explicações sobre a nova portaria e sugestões junto ao EB.

 

Tive oportunidade de participar na elaboração de um documento com sugestões que foram levadas a Brasilia antes de começar as reuniões dos SFPC pelo Brasil.

 

Não podia fazer comentários antes desse desfecho, mas só em o EB abrir uma pauta para discutir o assunto no sentido de prover uma melhoria, prova que nossa comunidade está sendo respeitada, e isso se deve a união dos Atiradores,

 

Aqui na Bahia tínhamos o Deputado Cajado que era contra e hoje nos apoia!

 

Forte abraço!

 

Evaldo Lucena

  • Upvote 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quanto as Lunetas:

 

Resumindo minha sugestão, foi que luneta não atira nem deveria estar no R-105, porém estando poderia alterar sua categoria e liberar pelo menos em 3-9x50.

 

Evaldo Lucena

  • Upvote 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Qualquer aumento maior do que 4x32 já seria uma conquista, mas o ideal seria que fosse pelo penos 4-16x40 pois assim daria para praticar o BR com uma luneta razoável e dentro da lei.

  • Upvote 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que liberem as lunetas, isso será um avanço e tanto principalmente para o FT que eu participo.

Obrigado por compartilhar!

Um abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não entendo porque tanta restrição a lunetas, qual o perigo que possa causar, já que são liberados produtos bem mais perigosos e danosos como os que produzem os tiros das armas de fogo...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que liberem as lunetas, isso será um avanço e tanto principalmente para o FT que eu participo.

Obrigado por compartilhar!

Um abraço.

 

x2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Minha torcida, que dê tudo certo e força aos colaboradores.

DEUS abençoe o esporte de tiro no Brasil!

 

+ 1 Mestre!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

realmente Eduardo, tbm gostei muito dessas sugestões, alem das lunetas, ficam tbm os de co2, ainda mais eu que sempre quis ter um, e sendo aprovado ficara mais fácil de adquirir um legalmente, que hoje consegue, mais sem CR não vira, fico na torcida para que o EB aprove essas sugestões.

 

 

O que me agradou foram as sugestões, principalmente a parte das lunetas que seria uma enorme avanço na legislação.

Eduardo Macedo.

 

Doni700, realmente pois quem pratica o esporte deveria ter um equipamento melhor, mais pra mim o minimo poderia ser uma 4-16x50 seria o mais ideal.

o que mais importa é o atirador estar dentro da lei, e assim sendo aprovado teremos equipamentos bons, e com uma magnitude muito boa, para diversas competições e ate menos tiros informais, pois com uma 4x32 em uma PCP não tem muita graça, os disparos ficam limitados a longa distancia, já com uma 4-16x50 a diversão é garantida, ate mesmo com a 4-16x40 já estaria ótimo né.

mais é isso ai, vamos ter fé que ainda chegamos lá e novamente digo, na torcida para que seja aprovado essas sugestões

Qualquer aumento maior do que 4x32 já seria uma conquista, mas o ideal seria que fosse pelo penos 4-16x40 pois assim daria para praticar o BR com uma luneta razoável e dentro da lei.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É...a cada dia estão dificultando mais a vida dos atiradores....daqui alguns anos se continuar assim atiradores sera animal em extinção!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vou contra a corrente em confesso que sou a favor dessa nova regulamentação. A legislação vigente é muito dúbia em vários pontos e não trata o tiro esportivo como esporte realmente. Achei acertada do atirador ter um mínimo de provas anuais para participar. Vamos ver a versão final da nova legislação, mas se for nesse formato somente virá a reforçar o caráter esportivo do tiro junto ao público em geral e os clubes. Tem muito clube de tiro que fechou as portas porque sócios só apareciam de vez em quando para poder pegar declaração para renovar CR. Agora terão de participar efetivamente de provas organizadas, isso dará fôlego aos clubes. Sinceramente, acharei uma pena não terem nessa nova legislação uma parte específica para tratar do tiro sem pólvora (pressão, CO2, paintball, airsoft) que, ao meu entender, mereceria também um CR específico para sair da informalidade em que vivemos hoje.

  • Upvote 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Antes a gente tinha a categoria "UTILIZAÇÃO DE ARMA DE AR COMPRIMIDO DE USO RESTRITO" que permitia a retirada de CR sem ter que comprovar participação efetiva em clubes de tiro, acho que agora vão retirar essa opção. Não concordo que para ter o Certificado de Registro o atirador tenha que ter participação efetiva em clubes e campeonatos, afinal não é todo mundo que tem acesso fácil a algum clube e em alguns casos não é barato para comprar o título e pagar as mensalidades.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Zenildo,

 

A categoria de armas de pressão nunca teve uma representação específica na elaboração das leis. Então tem um monte de coisas erradas e que não fazem sentido. Mas acontece que quem escreve não sabe bem o que está escrevendo e aí aparecem várias coisas esquisitas. Veja o exemplo do Paintball:

 

A lei diz que arma de pressão acima de 6mm é restrito e todo Paintball é acima de 6mm.

 

Então se é acima de 6mm tem que ter CR, apostilar e emitir GT.

 

Mas quem tem CR é o CAC (Caçador, Atirador e Colecionador).

 

E o proprietário da arma de Paintball é o que? Como ele faz para apostilar sua arma?

 

A emissão de GT é para levar de casa para um clube de tiro cadastrado no exército, levar para um armeiro ou fabricante para concerto ou GT especial para entrega da arma em seu novo local de guarda.

 

E pra levar pra campo de jogo de Paintball?

 

Ninguém tira isso mas está na lei.

 

O mesmo se aplica ao Airsoft no que se refere as armas a gás. Requerem CR, apostilamento e GT.

Mas o CR de Atirador foi criado para quem atira com arma de fogo em Clube.

 

E aí é o que te falei, ninguém falou pro cara do Exército que existem armas de pressão que tem uso sem ser em clubes (incluindo o Airsoft e o Paintball). E é tudo arma de pressão.

 

Moral da história. O cara que escreve a lei não conhece o mercado e o mercado não se organiza de forma decente pra pleitear regras mais sensatas para armas de pressão. E aí dá nisso aí.

  • Upvote 4

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Comentário muito bom.

Falta de informação geral...despreparo...dá nisso.

E o que esperar?

 

Cel. Métil

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Concordo Henrique, e pelo jeito vamos continuar sem nenhuma representação, o EB simplismente não tem interece em regulamentar esse esporte, o problema disso é que em muitos casos se o atirador não possuir o CR e quiser comprar por ex: uma Luneta um pouco melhor (fora do permitido) tem que ficar na ilegalidade.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Primeiramente, gostaria de agradecer a contribuição e o tempo do Eduardo Macedo e do Wagner Aurélio. Por outro lado, verifica-se na explanação do Wagner Aurélio que lamentavelmente, o DFPC continua dentro da mesma postura política da era Vargas, como se estivéssemos vivendo em 1930, isto é, o atirador deve ser "sindicalizado", em outras palavras pertencer a um clube, para ser controlado pelo estado. É o reconhecimento explícito de que eles não aceitam o esporte não-formal (fora de clubes e associações).

Eu não sou advogado, mas sei ler. E me parece que a Constituição Federal tem opiniões antagônicas, vejamos:

 

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

 

XX - ninguém poderá ser compelido a associar-se ou a permanecer associado;

 

Art. 217. É dever do Estado fomentar práticas desportivas formais e não-formais, como direito de cada um, observados:

§ 3º - O Poder Público incentivará o lazer, como forma de promoção social.

 

 

  • Upvote 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

























Carabinasdear

Carabinasdear

Carabinasdear

Carabinasdear

Carabinasdear

Carabinasdear

Carabinasdear

Carabinasdear

Carabinasdear

Carabinasdear

Carabinasdear



×