Jump to content

ANUNCIANTES

Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada

MATTHEW QUIGLEY

CA Gold
  • Content Count

    5,285
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    103
  • Country

    Brazil

MATTHEW QUIGLEY last won the day on September 16

MATTHEW QUIGLEY had the most liked content!

Community Reputation

1,012 Master Gold

About MATTHEW QUIGLEY

  • Rank
    Aprendiz
  • Birthday 05/14/1918
  • Age 101

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Sua Localidade
    : Chapadão da Babilônia.
  • Interesses
    armas
  • Age 101

Recent Profile Visitors

3,649 profile views
  1. LCS Air Arms SK-19 Full Auto Airgun VS Ice Block - YouTube
  2. Parabéns Djair Prieto. Ganha cruzeta + : criatividade e capricho. Abraço. C. M.Q.
  3. Que seria do Mito sem o Toyo... Como sempre preciso. Resumo da ópera a propósito, rs. Cruzeta para campo santo. C. M.Q.
  4. Rs, ai, ai, ai...esse Cumpadi Mazinho é bem veiaco... Voltando ao post do Mito: esperando sem pressa as conclusões, espero que boas, dessa de coronha de madeira 4.5 C. M.Q.
  5. Pitaco: ARTEMIS BLACK HAWK 5.5 ( parece seu calibre de preferência ) com GAS RAM de fábrica , polímero ou madeira, em minha opinião melhor que as três ( tenho duas dessas citadas ). Estou em fase de fixação nessas tais Artemis Fixxar. Eu, opinião pessoal, para os devidos fins, iria na de polímero G.R. 4.5. Sobre recuo, é só treinar, perder o receio e esquecer das gatilhadas, antecipação do coice e tals, deixe a arma bufar, vai amansando o óleo, achandoa pegada ideal e ela vai retribuir, na certa; vai atirar muito, é gratificante. Pesada ( 3.5 kgs, depois de uma hora mateando dobra...) para o campo e o que deseja, mas tb. fica muito no depende, bandoleira, condição física, terreno... A diferença no preço a seu favor gaste com chumbinhos para treino; depois, se gostar, instale a tal luneta ( que peso, meu deus ), rs Suerte. C. M.Q.
  6. Coisa do AURELIVS ENGESA MAXIMUS, desafio dificílimo, sem contar o vento ( aquele do punhado de poeira na mão ). Tiro de morteiro com peido de rato; coisa para atiradores zen. BTW, que tal uma réplica Hawken calibre .50 e baldão daqueles de leite? C. M.Q.
  7. RSRS, esse eu não conhecia ( não é do meu tempo, epa! ).. No meu aeroarsenal, predomínio coil, Man. Aliás, Mituman. C. M.Q.
  8. RSRS, boa! ( mas quem será esse Bastião que tomou tombo? ) Até Cumpadi Mazinho, ah, não é pocíveo! Abraço, Mito. C. M.Q.
  9. Boa tarde, Pyêtro Permita-me sugerir o RIFLE PREMIUM ROUND. Testados ( e muito bem aceitos, mais ou menos em ordem decrescente ), 10 mts, apoiado, M.A. PARA LEMBRAR H&N FTT 5.55 RIFLE ROUND RIFLE DESTROYER COMETA JUMBO RS GAMO PRO HUNTER GAMO PRO MAGNUM GAMO MATCH BSA ELITE JSB JUMBO HEAVY H&N FTT 5.54 H&N FTT 5.53 RWS SUPERDOME JSB JUMBO A A FIELD A A FIELD HEAVY RIFLE MAGNUM ROSSI VERMELHO TECHNOGUN STRIKE TECCHNOGUN VETOR Abraço C. M.Q.
  10. Arma surpreendente ( epa ! ) em 4.5 e 5.5 ( ambas com Gas Rã, souseufan ). Essa Woody serámió? Review do Mito já promete, e com gatinho conceito aumenta. Aguardemos pois. C. M.Q.
  11. Héctor Medina é excelente atirador, vários campeonatos, sabe muito sobre vários assuntos, principalmente Field Target. Escreve muito bem. C. M.Q.
  12. Ainda não cronografei, Jão. Pura preguiça mesmo. Mas vc acha no You Tube; separei esses dois, do nosso Charles Dias ( 5.5 com Gas Rã ) e esse do Nelson de Faria ( 4.5 com G.R ), com mosquitinhos quase tomando conta.
  13. Artemis SR1000S e suas irmãs... humm armas baratas, os Gas Ram exagerados, brutas, .....pois é , surpreendido depois de tanto tempo. A 4.5 tornou-se uma das favoritas, por estranho que possa parecer ( chumbinhos prediletos: COMETA EXPRESS RS RWS SUPERDOME; RIFLE PREMIUM ROUND no amaciamento foi bem ) A 5.5 está com apenas 200 tiros, assentando. A gente está sempre aprendendo mesmo.
  14. Foi inevitável, aderí ao Gas Rã há bastante tempo ( demorei um pouco porque detestava a enrolação do S.M.S. ) Mas nenhuma CFX ou CFR ( cinco ) com GAS RÃ de fábrica ou não. Coronhas ORIGINAIS, MADEIRA: ( preguiça e timidez de fotografar ) GAMO HUNTER IGT 5.5 ( duas ), M.A. : simétricas GAMO HUNTER 440 IGT-AS 5.5, M.A. : assimétrica GAMOS IGT POLÍMERO ( algumas " hipócritas "): simétricas Ótimas, zero poblemo, muito, muito tiro ( aposentado, lugar para atirar, fazer o que? ). Ah, mas os blocos são de polímero...sei, sei..os netinhos? Tenho muito dó. Ah, mas é assimétrica...sei, sei...mas o tiro não é. Nenhuma com alça e/ou maça empenadas, cano torto e tal, mas já vi ocorrerem, inclusive em marcas de renome. Dito isso, dou meus trâmites por encerrados C. M.Q. PS fora do tema do tópico, se me permitem: ando agarrado com duas Ártemis https://pt.wikipedia.org/wiki/Ártemis ( produto chinês diferente famosa DIANA alemoa ) BLACK HAWK, 4.5 e 5.5, com Gas Rã original de 70 KG ( epa ! ); mais pesado para armar que os Gamo IGT citados acima ( 60 kg ) e mais leve para armar que os das GAMOS BLACK FUSION e BLACK MAXIMM 4.5 ( 80 kg ) É atirar para crer; quase tudo de bom, incômodos são o peso na munheca e o duro destrancar do cano ( nada que um tapinha na orêia não resolva ) Ah, não tem coronhas assimétricas, miras empenadas, etc. Por serem robustas e pesadas, o recuo é atenuado, o armar é macio ( a não ser para os de chassis de gafanhoto ), o tiro é surpreendentemente suave e barulhento, o gatilho é bem previsível depois de regulagem simples, e o mais importante: precisão muito além da esperada ( testei-as com muuitos tipos de chumbinhos..10 e 25 mts ), M.A., claro. A 4.5 está com 800 tiros; todos que atiraram com ela tiveram a mesma surpresa agradável.. Ainda não cronografei ( nem documentei agrupamentos, Mito, rs). Sugiro aos colegas atiradores que experimentem. Abraço a todos. C. M.Q.
×
×
  • Create New...

HTB1BZoqbtPJ3eJjSZFLq6yb3FXaR.jpg