Jump to content

Para acessar os anunciantes, clicar nos banners!

Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada
Eduardo Mello

REGULAMENTO FIELD TARGET - CBTE

Recommended Posts

I- Finalidade



Regulamentar a prova de Field Target no âmbito da Confederação Brasileira de Tiro Esportivo.

 

 

 

II- Descrição da Prova


a) Distâncias

Os postos deverão ser montados com alvos nas distancias de 9 (nove) a 50 (cinquenta) metros. A distância de cada alvo não será informada ao atleta;

 

 

b ) Alvo

Os alvos serão réplicas de silhuetas de animais, em tamanho real ou em escala.

No alvo haverá uma área perfeitamente circular simulando o local anatômico de morte rápida ou instantânea, doravante chamado de “kill zone”.

Para efeito de pontuação válida o alvo deverá ser atingido na “kill zone” que desarmará a silhueta do animal, derrubando o mesmo.

Os alvos deverão possuir sistema de rearme manual à distância.

As “kill zone” devem ser pintadas numa cor contrastante com a silhueta do animal, de preferência na cor amarela, rosa fluorescente ou branca. Não é permitida “kill zone” nas cores verde ou vermelha, tendo em conta a participação de

praticantes com daltonismo.

A cor do alvo pode ser preta ou branca, sempre com grande contraste com a “kill zone”.

 

Os alvos devem desarmar durante o teste com uma força nominal de 300g, medidos pelo estesiômetro de semmes weinstein vermelho magenta (equivalência de tensão normal de compressão de 229 g/mm²) ou dispositivo similar devidamente aferido.

Em caso de dúvida ou mau funcionamento do alvo, o Diretor de Prova deverá testar o mesmo. Caso o problema seja de imediata solução, será concedida uma segunda rodada de tiros no alvo para o atleta reclamante. Alvos testados e reprovados
ou avariados sem possibilidade de manutenção ou reposição imediata serão desclassificados e a pontuação obtida nos mesmos não entrará na contagem final dos pontos.

 

As “kill zone” serão obrigatoriamente redondas.

A seguir a relação de “kill zone” com a distância máxima a ser usada:


“Kill zone” X Distância máxima

 

 

15mm X 15m

 

16 a 20mm X 20m

 

21 a 25mm X 25m

 

26 a 30mm X 30m

 

31 a 40mm X 40m


41 a 50mm X 50m


Obs.: Para ajustar a “kill zone” à padronização acima poderão ser usados obturadores.

 

 

c) Posições

  • Sentado (posição padrão);
  • Em pé (posição forçada);
  • Deitado (posição forçada);
  • Ajoelhado (posição forçada).


1. Para a posição “Ajoelhado”, não é permitido apoiar a lateral do pé no chão, nem assentar-se sobre a almofada de apoio de perna;


2. Para a posição “Deitado”, nenhuma parte dos membros superiores, além dos cotovelos, poderão se apoiar no solo;

 

 

3. Quando a posição for Livre, o atleta pode escolher uma entre as 4 posições anteriores;

 


4. Em qualquer das posições de tiro, é proibido o apoio da arma em qualquer objeto ou local, que não seja o próprio corpo do atleta;

 


5. Se o atleta, por deficiência física ou incapacidade, e que não seja Para-atleta, não puder cumprir com a posição prevista, deverá informar ao diretor da prova, para que este decida o procedimento a ser adotado, indicando outra posição que não lhe de vantagem em relação aos outros concorrentes;


6. Os Para-atletas que não possam atender ao exigido em cada posição, poderão atirar numa posição alternativa definida pelo Diretor de Prova. Os cadeirantes farão todos os tiros da própria cadeira de roda;

 



7. Nenhuma parte do corpo do atleta pode ultrapassar a linha limite do posto de tiro, exceto o(s) braço(s) enquanto estiver empunhando a arma para efetuar o disparo.



8. Por posição forçada entendam-se as posições “Ajoelhado”, “De Pé” e “Deitado”.




d) Armas, Munições e Acessórios



1. Poderão ser inspecionados a qualquer momento pelo Diretor de Prova;


2. Fica autorizado o uso de carabinas de pressão por ação de mola ou gás de qualquer calibre não superior a 5,5 mm;


3. Fica limitada em 42 Joules no calibre 5.5 e 24 Joules no calibre 4.5 a potencia das armas;

 


4. É permitido uso de Carabina com "acessório hamster" e de coronhas não originais de fábrica, que tenham ou não aumento da telha, desde que a distancia do ponto mais baixo do hamster ou da telha não exceda a 20 cm até o centro do cano da arma (50% de seu diâmetro interno);

 

5. É permitido o uso de lunetas, dioptros ou outros dispositivos de mira ótica que não projetem luz sobre o ponto de impacto
no alvo. Não são permitidos sistemas de telemetria;


6. São permitidas somente munições constituídas em sua totalidade por liga de chumbo dúctil, podendo, no entanto
assumir o formato e peso que o participante desejar;

 


7. O atleta poderá solicitar, no decorrer da prova em caso de pane, a substituição de sua arma por outra com as mesmas características da que vinha competindo;



e) Equipamento




1. Pode ser usado qualquer tipo de assento, desde que o atleta fique no máximo a 15 cm acima do nível do chão,
independente da altura das bordas;

2. O assento só pode ser usado como tal e nunca como qualquer tipo de apoio para o atleta, exclusão feita ao uso do
assento para apoio da perna, entre a ponta do pé e o joelho;

 

 

3. Não será permitido o uso de calça de tiro, botas de tiro, casaco de tiro, bandoleira, arreio de pernas ou qualquer outro tipo de vestimenta utilizada em provas olímpicas e que facilite o tiro;

 

4. A bandoleira será permitida apenas para o transporte da Carabina;

 

5. É permitido o uso de colchonete, luva acolchoada ou não, cotoveleira e joelheira, todos com espessura máxima de 1,5 cm;


6. O Bi-pé será permitido apenas para apoio de descanso da arma. Durante o procedimento de tiro, especialmente na
posição deitado, o mesmo deverá ser dobrado ou recolhido.


f) Competição


1. Ensaio



Não haverá ensaio.


2. Prova



O percurso de tiro terá 30 (trinta) alvos dispostos em 6 (seis) postos de tiro, com 5 alvos por posto.


Cada posto de tiro deverá ser numerado, indicando claramente a direção em que efetuará os disparos.

 

Todos os alvos serão numerados e o atleta deverá seguir a ordem correspondente.


A indicação da posição de tiro para cada alvo deverá ser claramente exposta no posto de tiro.


Os alvos deverão ser dispostos sobre o solo, árvores ou qualquer objeto em terreno preferencialmente irregular, de modo que haja alvos acima e abaixo do plano horizontal do posto de tiro.


Os alvos deverão ser perfeitamente visíveis do posto de tiro, independentemente da estatura do atleta ou dele ser destro ou canhoto. Os alvos poderão estar parcialmente encobertos por obstáculos, porém a “kill zone” deverá ser 100% visível. A parábola descrita pelo projétil deverá estar 100% livre de qualquer obstáculo ou impedimento de sua livre trajetória.

 

Antes do início da seqüência de disparo de cada atleta o Árbitro deverá avaliar a nitidez e o contraste do animal com a “kill zone” repintando os mesmo quando necessário.

 

Antes de iniciar sua participação em cada posto de tiro o atleta deverá rearmar os alvos do posto. A não observância desta regra implica em um tiro falho por alvo não rearmado.

 

Os alvos com “kill zone” de até 20 mm não poderão ser usados em posições forçadas.

A distância máxima de tiro em posições forçadas é de 40 metros.


Será permitido em posição forçada o mínimo de 6 (20%) e o máximo de 9(30%) alvos.

Nenhuma linha de tiro poderá situar-se em área alvejável de outro posto.

 

Os percursos de tiro devem ser feitos preferencialmente em um ambiente com obstáculos naturais ou artificiais simulando um campo de caça.

Em cada posto de tiro a ordem dos disparos deverá seguir a numeração dos alvos. Disparo em alvo fora da seqüência será computado como zero.

Os atletas, por ocasião da confirmação da inscrição, serão distribuídos em até 6 esquadrões, numerados de 1 a
6. Os esquadrões deverão ter aproximadamente o mesmo número de atletas.

Os Esquadrões utilizarão o sistema de arbitragem cruzada, onde um atleta fiscaliza o outro.

 

Caso exista apenas um atleta para realizar a prova, o Árbitro de Prova acompanhará este no percurso e será seu fiscal.

O atleta iniciará a prova no posto de número igual ao seu esquadrão seguindo na realização da prova a ordem crescente dos postos. Os esquadrões que iniciarem a prova em posto diferente do 1, ao concluir o posto 6 deverá se dirigir ao posto

1 prosseguindo até executar toda a prova.

A prova poderá também ser executada de forma seqüencial como um percurso de caça, aonde os esquadrões vão iniciando o percurso de acordo com sua apresentação ao posto de tiro número 1. Nesta possibilidade todos seguirão do posto 1 (início)

ao 6 (final).

Cada atleta pode indicar um orientador que lhe informará o local de impacto dos disparos, bem como tempo restante. O orientador não pode manusear a arma do atleta ou ajudar de qualquer maneira física uma vez dado o comando "carregar",
exceto quando o mesmo esteja temporária ou permanentemente incapacitado de remuniciar ou realizar operação de preparo da arma como, por exemplo, recarga de gás. Aplica-se a mesma autorização a adolescentes, idosos e mulheres.

Alvo julgado defeituoso pelo Diretor de Prova ou Árbitro deverá ser substituído de imediato ou, na impossibilidade de fazê-lo, deverá ser anulado na prova de todos os atletas.

3. Tempo

3.1. Por Posto

O atleta terá o tempo de 6 minutos por cada posto (1 minuto por alvo + 1 minuto extra) que será contado a partir do comando de “carregar”, que será dado após o pronto do atleta. Em nenhuma hipótese poderá o atirador apontar e fazer
visada nos alvos antes do comando “carregar”.


4. Pontuação

4.1. Para cada alvo derrubado será contado 1 ponto;

4.2. A súmula deverá ser marcada com “X” para os acertos e com “0” para os erros. O acerto só será computado se o alvo cair;

4.3. Qualquer disparo após o comando de carregar será computado;

4.4. O atleta tem direito a efetuar um disparo por alvo, independente do tipo de equipamento que
esteja utilizando;

4.5. O atleta poderá solicitar ao Árbitro do Posto autorização para descarregar a arma. Qualquer
descarga, sem autorização do Árbitro do Posto, será penalizada como “0”;

 

 

g) Falhas de munição ou de arma



Serão consideradas como zero.

 

III- Categorias, classes, divisões, desempate


a) Categorias

 

Esta prova será disputada em uma só Categoria

 

b) Classes


Esta prova será disputada em Classe Única.

 


b) Divisão

Esta prova será disputada em Divisão Única.


 

 

 

d) Desempate

Será usada como critério de desempate a pontuação obtida pelos atletas empatados na ordem decrescente dos postos (do alvo número 30 para o alvo número 01). Será melhor classificado o atleta de maior pontuação no posto 6 (seis).

Caso persista o empate, o atleta de maior pontuação no posto 5 (cinco) e assim sucessivamente.

Ainda persistindo o empate será feito um sorteio.


 

IV- Disposições Gerais


 

a) Todos os expedientes e/ou equipamentos que possam vir a facilitar o tiro, e que não foram aqui mencionados, ou ainda, contrariem o espírito destas regras, são proibidos.

 

b) O Diretor da Prova poderá a qualquer momento examinar o equipamento do atleta e impugnar os
resultados caso o julgue em desacordo com as normas estabelecidas.

 

c) Os casos omissos, caso ocorram, serão resolvidos pelo organizador da prova.


d) Todos os chefes de equipe e atletas deverão ter conhecimento das regras e cuidar para que elas sejam cumpridas.

 

e) Não é permitido nenhum tipo de auxílio ao atleta quando no posto de tiro. Caso necessite assistência, deverá solicitar ao Diretor da Prova autorização para dirigir-se ao seu técnico ou chefe de equipe fora do posto de tiro.


f) As armas só poderão ser municiadas e/oumanobradas no posto de tiro. Após o término da série e/ou prova as armas
deverão estar abertas e descarregadas sobre a bancada ou em seus respectivos invólucros. O não cumprimento desta
norma bem como apontar a arma para qualquer direção que não a do alvo implica em desclassificação imediata.

  • +1 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não li o texto todo, mas vou faze-lo, pois tenho interesse nessa modalidade.

Mas já agradeço pela postagem das regras.

Valeu!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Show de bola Edu!!!!!! Tudo mastigado!

 

Quem te mastigou Russ ?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito obrigado Eduardo!!!

 

Gostaria muito de participar de uma prova dessas vamos ver no futuro, se Deus quiser quem sabe!

 

Abração!! :thumbsup: :thumbsup:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...

Important Information


luneta-rossi-gold-crown-4x32-com-paralax-D_NQ_NP_868361-MLB31851222901_082019-F.jpg