Jump to content

Imagem Postada

Para acessar os anunciantes, clicar nos banners!

Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada

Recommended Posts

ouvi dizer que uma mola dura em media 5.000 tiros, minha cbc b 12 já passou disso tranquilamente, ontem fiz um teste tupinikim em casa, para testar a força da mola, e não vejo necessidade ainda de troca a mola de uma carabina considerada de baixa potencia, mas que a 10 metros vasga uma latinha de nescau ! ( isso para min é muita força )12036503_804600939659164_51377491530893512066066_804600696325855_53604163633081812027564_804600706325854_68843994516785612038012_804600599659198_841842749043667

Link to post
Share on other sites

É relativo.

O comentário que vejo é que uma mola nacional dura de 2 mil a 5 mil tiros e que as molas das armas importadas duram bem mais.

A minha HW 97 quebrou a mola com menos de 2 mil tiros. A HW 50 quebro a mola com cerca de 4 mil tiros.

A A HW 50 do meu irmão qubrou a mola com menos de 600 tiros.

.

Uma TX que está no terceiro dono já tem cerca de 15 mil tiros, continua com a mesma energia. Esta TX eu comprei em 2011.

.

Será que é uma questão de sorte?

Link to post
Share on other sites

É relativo.

O comentário que vejo é que uma mola nacional dura de 2 mil a 5 mil tiros e que as molas das armas importadas duram bem mais.

A minha HW 97 quebrou a mola com menos de 2 mil tiros. A HW 50 quebro a mola com cerca de 4 mil tiros.

A A HW 50 do meu irmão qubrou a mola com menos de 600 tiros.

.

Uma TX que está no terceiro dono já tem cerca de 15 mil tiros, continua com a mesma energia. Esta TX eu comprei em 2011.

.

Será que é uma questão de sorte?

A minha cinquentinha já passou dos 5000 tiros e tá firme e forte, mas já comprei uma reserva por precaução. Que coisa hein, Mestre Cyntra ? Sua experiência com as molas das HW´s não foi nada positiva...Efeito Wolkswagen nas molas HW´s ? Será que isso se repetiu com outros donos ?

Vamos ver se outras pessoas se manifestam. Essa TX é abençoada...

Um abraço e força sempre.

Link to post
Share on other sites

 

 

A minha cinquentinha já passou dos 5000 tiros e tá firme e forte, mas já comprei uma reserva por precaução. Que coisa hein, Mestre Cyntra ? Sua experiência com as molas das HW´s não foi nada positiva...Efeito Wolkswagen nas molas HW´s ? Será que isso se repetiu com outros donos ? Vamos ver se outras pessoas se manifestam. Essa TX é abençoada... Um abraço e força sempre.

.

Ricardo, segundo o nosso correspondente da Europa, o Português mais amado do tiro esportivo, o Netby, as molas originais das HW não tem vida longa. Lá as molas originais da HW são consideradas de baixa qualidade. Já as outras molas para HW duram muito mais.

Link to post
Share on other sites

Isso é uma pergunta difícil de responder por se tratar de muitas variáveis:

 

1 - Material que foi fabricada. (jamais um lote de aço será igual a outro, como receita de bolo, uma pitada a menos de fermento e .......)

Mesmo empresas multinacionais e com ISO mil...e sei lá quanto, trabalham dentro de tolerâncias, e estas podem ser de certa forma "grandes" se levado o material a extremas condições de uso, e isso acontece de forma exemplar dentro de uma carabina (praticamente um absurdo).

 

2 - Acabamento da superfície do arame, o qual, mal acabado tende a romper antes (micro riscos).

 

3 - Tratamento térmico que, só aqui, são horas de debate ("mole" perderá potencia, dura poderá quebrar facilmente).

 

Entre outras mais, como: Condições de funcionamento, quantidade de pré-carga, vibrações etc.

 

Em tempo: Acho até um fato de se espantar as molas aguentarem acima de 2 ou 3.000 tiros. Considero acima disso lucro.

Edited by Alexandre 9
Link to post
Share on other sites

A primeira mola da G1 durou uns 6000 tiros, a segunda ainda está operacional, vai com 4000 tiros, A B15, está só com 1000 tiros... A Dione durou um final de semana, troquei pela G1 na segunda feira.

Edited by Mario Tulio
Link to post
Share on other sites

Olha o estado da lata....Bater com a coronha não vale!

 

Agora sério. Já tive uma finada urko que durou muito (pros padrões urko, claro), perto de 4000. Aí ela simplesmente partiu!

Já a velha Dione, com 4000, o chumbo travava no cano. Mas aí acho que era mais bucha que mola.

Link to post
Share on other sites

A maneira que municiamos deve interferir. Eu por segurança, municio antes de engatilhar o pistão, isso já deve deixar a mola comprimida por bem menos tempo. Pode aí estar a diferença de alguns mil disparos......

 

Uma coisa que lembro da minha infância era...... nunca tinha ouvido falar que a mola quebrava. Ficava mais fraca, mas não quebrava, não lembro de ter ouvido falar pelo menos. Apesar de que não tinha dinheiro para comprar muito chumbo tbm, vai ver era isso....kkkk

Link to post
Share on other sites

Tenho um Amigo que deixou umas carabinas de mola num "experimento" chamado spring tunning.

 

Nada mais é que deixa-las engatilhadas para forçar a mola amaciar por um período.

 

Pois bem, final da história: teve carabina com 60 dias engatilhada e sabem o que aconteceu????

 

NADA!!!!! A mola não amaciou, não quebrou prematuramente, continuou potente e trancuda.

 

Como disse nosso amigo Alexandre 9: tem muitas variáveis que influem. Se buscarem, fóruns gringos não será difícil achar molas originais com milhares de tiros.......

Link to post
Share on other sites

.

Ricardo, segundo o nosso correspondente da Europa, o Português mais amado do tiro esportivo, o Netby, as molas originais das HW não tem vida longa. Lá as molas originais da HW são consideradas de baixa qualidade. Já as outras molas para HW duram muito mais.

Opa Mestre Cyntra:

Não sabia disso, é bom saber desta baixa reputação das molas Hw´s . Espero que a minha sorte continue , pois acabei comprando uma mola original, na próxima eu compro de um outro fabricante( Maccari etc)

Obrigado

Link to post
Share on other sites

Não sou especialista, mas pelo que sei, varia muito. Depende da mola, do material de que foi feita, se é constantemente lubrificada ou não, depende de quanto vc atira, se deixa a carabina armada muito tempo ou não.

alguns dizem uns 5000 tiros, mas outros dizem que pode durar até mais de 10000 tiros.

 

por exemplo, eu tenho uma velha Urko II, tem uns 30 anos se não tiver mais, até hoje a mola funciona, ela atira e a pressão ainda é boa.

 

apesar disso, acho que as guarnições de polietileno, peças de borracha, buchas e retentores do ar, no pistão, podem durar até menos, principalmente nas carabinas muito antigas, prq eles eram de couro e não de polietileno. Aí, ressecavam e não duravam. Mas mesmo de polietileno, as buchas de desgastam, talvez mais rápido que as molas.

 

mas uma evidencia de problemas é a perda da pressão.

Edited by albfneto
  • +1 1
Link to post
Share on other sites

É verdade sim: as molas das HW originais aqui na Europa se durarem 4000/5000 tiros já é muito.....

 

houve vários casos que quebraram com 1500/2000 disparos

as molas do Maccari ou do Steve Pope VMach) duram muito mais eu tive uma HW97k com kit VMach e depois de 10.000 disparos a mola ainda estava com uma boa potência

 

existem molas fabricadas na Suécia - Titan XS- ( lembrando que os suecos fabricam dos melhores aços do mundo) com ligas de aço especiais e banhadas a Teflon que além de durarem muito( creio que devem durar bem mais de 15.000 disparos) nem sequer precisam de lubrificação...

 

basta fazer uma procura no Ebay - "Titan XS mainspring" - que elas aparecem....

 

 

 

as molas originas Diana também são de mola de alta qualidade - conheço pessoas que têm Dianas com 15/20 anos e ainda com a mesma mola de origem......

Edited by netby
Link to post
Share on other sites

Sobre a quebra de mola, uns detalhes: A minha urko era uma bichinha danada de quebrar.

Cara, nunca fui pequeno, e na idade que a ganhei (25 anos atrás) já passava dos 100kg. E dava trabalho bascular a arma.

 

Diagnóstico: dureza errada na fabricação da mola. Lado bom: durou muito e acertei lata a 60 metros na aberta. Lado ruim: uma trinca se formou e expandiu com o tempo, até cisalhar. Aí troquei a mola, mas pouco depois vendí.

 

Falou-se até em migração de hidrogênio (o terror dos engenheiros), mas é mais comum em soldas.

 

Acreditem, molas ruins quebram.

Link to post
Share on other sites

Não duvido da quebra, não foi isso que eu quis dizer, só lembrei que quando era criança eu não vi nenhuma quebrada, mas como falei, pode ser pelo fato de que não tínha muita grana pra tanto chumbo igual hj. Não que hj eu seja rico, mas o chumbo está mais barato e eu pago minhas próprias contas.

 

Apesar de minha mulher não concordar com esse comentário final.....kkkk

 

As HWs vibram muito, isso não seria um fator de quebra da mola? Quando vcs trocam por outra marca, é quase certo que tbm encamisam a mesma, e acredito que isso aumente a vida útil. Eu não encamisei a minha ainda por usar muito pouco e ainda estar na garantia, mas será a primeira coisa a fazer.

Link to post
Share on other sites

Não duvido da quebra, não foi isso que eu quis dizer, só lembrei que quando era criança eu não vi nenhuma quebrada, mas como falei, pode ser pelo fato de que não tínha muita grana pra tanto chumbo igual hj. Não que hj eu seja rico, mas o chumbo está mais barato e eu pago minhas próprias contas.

 

Apesar de minha mulher não concordar com esse comentário final.....kkkk

 

As HWs vibram muito, isso não seria um fator de quebra da mola? Quando vcs trocam por outra marca, é quase certo que tbm encamisam a mesma, e acredito que isso aumente a vida útil. Eu não encamisei a minha ainda por usar muito pouco e ainda estar na garantia, mas será a primeira coisa a fazer.

 

Opa, não, não entenda mau... Não estou criticando sua afimação. hehhee... Na verdade, só conhecia o meu caso quando se trata de arma. hehehe. Agora, na engenharia, putz... várias.... E dá um acidente feio...

Edited by Edson Cantarino
Link to post
Share on other sites

Reportando:

HW 30

- Mais de 4000 tiros e na ativa. Efeito diesel constante, provavelmente a bucha já foi.

 

B19-S

- Menos de 2000 e quebrou =[ Travou e não engatilhava mais, desmontei e lá estava a mola aos pedaços.

Bonus:

Daí fui procurar aqui nas redondezas uma mola pra B19-S, carabina da CBC então imaginei que seria fácil, numa famosa loja me disseram assim: "Tem que trazer a guia de mola e o pistão, não existe essa coisa de mola especifica pra cada carabina, se couber já era. No máximo a gente corta a mola se ficar muito comprida."

Sei lá, não me convenceu não... oportunamente vou compra a mola da B19-S na Disporpil mesmo, agora pra HW30 tá complicado com o dólar indo "para o infinito e além". Fica a esperança do Alexandre 9 que vem fazendo um belo trabalho com peças de HW liberar umas molas pra HW30 em breve \o/

 

Abraço!

 

Obs: a danada:

 

20150925_193434.jpg

Edited by ElvioJr
Link to post
Share on other sites

Tenho uma CBC 345 que ganhei quando criança. Quantidade de tiros? Milhares e milhares! Só fazia atirar quando moleque na fazenda. Ela andava a mão o dia todo, todo o dia. Férias, ela era uma extensão do corpo. Assim, muita gente começou...

 

Dezembro, janeiro e início de fevereiro era full time. O resto do ano, íamos para a casa de praia que tínhamos e nao tinha estresse, andava com ela junto aos outros guris a mão, ninguém reclamava, ninguém tinha medo, policia não enchia o saco. Atirava em tudo e nunca causei um acidente, Graças a Deus.

 

Não me lembro de ter limite de caixas de chumbos. Tinha sempre que acabava ou melhor, quando chegava ao limite reserva. Isto mesmo, tinha medo de ficar sem chumbo rsrsrsrsrs quando chegava a ponta de estoque, pedia mais...

 

Eram comprados em magazines, Mesbla, alguém lembra da Mesbla??? Sandiz... Os mais novos talvez não...

 

 

Está velhinha, guardada. Será reformada.

 

Porém, esta integra, com a mola fraquinha, mas inteira.

 

Eram dezenas e dezenas de caixa CBC Diabolo, Paturi, o que tinha na época a mais de 30 anos atrás. Andava no sol, andava na chuva, dormia encima da mesa no quintal, a arma aguentou todo tipo de provação. Nenhum dos meus amigos abriam suas carabinas, tunar, nada. Só fazia passar óleo singer e pronto!!! Isto era o que fazíamos no início da década de 80. Tinha na época também uma Rossi Dione e até a carabina ter sua coronha rachada e ser doada, atirava.

 

 

Era certeira...Ambas.

 

Me arrependo de ter dado a Dione. Queria ela aqui comigo para eu poder reformá-la.

 

Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Edited by CelsoF
Link to post
Share on other sites

 

Opa, não, não entenda mau... Não estou criticando sua afimação. hehhee... Na verdade, só conhecia o meu caso quando se trata de arma. hehehe. Agora, na engenharia, putz... várias.... E dá um acidente feio...

 

Tranquilo tranquilo cara, só escrevi meio seco, foi maus.

Acho que é uma questão de sorte mesmo. A mola da minha Gamo Viper quebrou antes dos 2000 tiros, já a minha CBC 245 continua com a mola original, com mais de 30 anos e funcionando bem. :)

 

Cara..... 30 anos e coisa de louco! Será que as molas tbm eram mais bem feitas, com material melhores?

Reportando:

 

HW 30

- Mais de 4000 tiros e na ativa. Efeito diesel constante, provavelmente a bucha já foi.

 

B19-S

- Menos de 2000 e quebrou =[ Travou e não engatilhava mais, desmontei e lá estava a mola aos pedaços.

Bonus:

 

Daí fui procurar aqui nas redondezas uma mola pra B19-S, carabina da CBC então imaginei que seria fácil, numa famosa loja me disseram assim: "Tem que trazer a guia de mola e o pistão, não existe essa coisa de mola especifica pra cada carabina, se couber já era. No máximo a gente corta a mola se ficar muito comprida."

 

Sei lá, não me convenceu não... oportunamente vou compra a mola da B19-S na Disporpil mesmo, agora pra HW30 tá complicado com o dólar indo "para o infinito e além". Fica a esperança do Alexandre 9 que vem fazendo um belo trabalho com peças de HW liberar umas molas pra HW30 em breve \o/

 

Abraço!

 

Obs: a danada:

 

20150925_193434.jpg

Mesma mola para qq carabina até pode servir, mas perde-se a configuração orginal eu imagino. Vai ser difícil advinhar o resultado final. Mas ainda acho muito estranho uma mola quebrar...... ela deveria "cansar", e não quebrar.

 

E tem essa conversa do Alexandro9 soltar umas molas para HW? Aí a coisa começa a ficar muito interessante. Umas molas de 7J para a 30, 35 e 50 e de 16J para a 50 e 35 seriam bem interessantes.

Link to post
Share on other sites

É isto mesmo! Tive todas a CBC, 145,245,345, e não maltratava elas como você Celso, mas me abandonaram todas, as ingratas! Só tive uma quebra, que foi a coronha da 345.

Fala amigo Mario,

 

Tudo bem?

 

Nunca maltratei minha amiga.

 

A usava e muito.

 

Tudo nela está intacto, mas usado e com muitas lembranças boas.

 

Mario, a poucos meses sonhei eu moleque com ela nas mãos fazendo o que não pode ser escrito devido às regras do fórum. Hehehehehe

 

 

Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Edited by CelsoF
Link to post
Share on other sites

Esse assunto é interessante!

 

A Rossi Dione I que restaurei, é de 1968 e meu pai ganhou ela zerada. Nunca foi aberta até eu fazer a restauração. Ela ainda funcionava, conseguia furar lata de desodorante a até 20m com ela. Claro que depois que eu coloquei uma mola nova, bucha e fiz a restauração completa ficou outra coisa, passou de 110m/s para 170m/s com a mola nova. Mas, imagina quantos mil tiros essa mola durou? e não apresentava deformações como algumas que a gente vê por aí. Mola com 1.000 tiros e ta parecendo o S do Senna kkkkkk

 

André Carboni.

Link to post
Share on other sites

Minha Tx200 mkiii nao sei na mão de quantas pessoas passou, sei que ela tem mais de 6 anos de fabricação, na minha mão ela deve ter dado mais de 4mil tiros (em 1 ano), o antigo dono disse que ela estava com a mola original, ontem cronografei ela com H&N FTT 8,64g e está dando 258m/s, as molas dessas armas são realmente impressionantes.

Link to post
Share on other sites
  • 1 month later...

Fala amigo Mario,

 

Tudo bem?

 

Nunca maltratei minha amiga.

 

A usava e muito.

 

Tudo nela está intacto, mas usado e com muitas lembranças boas.

 

Mario, a poucos meses sonhei eu moleque com ela nas mãos fazendo o que não pode ser escrito devido às regras do fórum. Hehehehehe

 

 

Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Tem razão, Celso, apenas usávamos elas muito, e sob todas as condições. Para falar a verdade, na época nem sabia que as molas quebravam, como hoje em dia! E era muito chumbo nelas! Nem me fale nestes sonhos, era um tempo fantástico!

Abraço!

Link to post
Share on other sites

Tem razão, Celso, apenas usávamos elas muito, e sob todas as condições. Para falar a verdade, na época nem sabia que as molas quebravam, como hoje em dia! E era muito chumbo nelas! Nem me fale nestes sonhos, era um tempo fantástico!

Abraço!

Grande Mario,

 

Vc falou uma verdade absoluta:

 

Na época nem sabíamos que molas quebravam...

 

Tão pouco soube e participei de uma situação de uma mola de um amigo quebrar ou quebrando...

 

E digo mais, se atirava e se atirava muito! Não sei como poderíamos nos igualar a quantidade de tiros hoje, que dávamos quando crianças no passado...

 

A minha 345 esta inteira. Nada falta. Completa.

 

Arma, atira, na verdade uma bufa devido à baixa pressão. Agora é tratar a oxidação e substituir os componentes e dar a ela vida nova pois peça alguma está faltando...

 

Abraço, Mario.

 

 

Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Link to post
Share on other sites

Grande Mario,

 

Vc falou uma verdade absoluta:

 

Na época nem sabíamos que molas quebravam...

 

Tão pouco soube e participei de uma situação de uma mola de um amigo quebrar ou quebrando...

 

E digo mais, se atirava e se atirava muito! Não sei como poderíamos nos igualar a quantidade de tiros hoje, que dávamos quando crianças no passado...

 

A minha 345 esta inteira. Nada falta. Completa.

 

Arma, atira, na verdade uma bufa devido à baixa pressão. Agora é tratar a oxidação e substituir os componentes e dar a ela vida nova pois peça alguma está faltando...

 

Abraço, Mario.

 

 

Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Poi é Celso, a 345 foi a perda mais besta que tive, levei para a granja de um amigo, e como ia voltar no fds seguinte, deixei lá. Não pude voltar, e quando liguei para marcar mais um churrasco, ele disse que a coronha havia quebrado. Levei uma nova quando fui, mas cadê a carabina? O caseiro não sabia, meu amigo não sabia, e foi-se a 345!

Abraço!

Link to post
Share on other sites

Poi é Celso, a 345 foi a perda mais besta que tive, levei para a granja de um amigo, e como ia voltar no fds seguinte, deixei lá. Não pude voltar, e quando liguei para marcar mais um churrasco, ele disse que a coronha havia quebrado. Levei uma nova quando fui, mas cadê a carabina? O caseiro não sabia, meu amigo não sabia, e foi-se a 345!

Abraço!

Merda isto em Mario...

 

Acho que até pode ter sido descartada acidentalmente sob a suposição de ser "carabina de chumbinho" e ainda por cima "partida ao meio"...

 

Só sabe o que é quem conhece...

 

O pior, amigo, e que outra 345 não será a mesma que vc empunhava quando era moleque e logo, vai-se embora as histórias...

 

Se isto serve de consolo, minha Rossi Dione, a primeira de todas foi ao lixo, devido a coronha ter quebrado e a empregada, fez esta cagada numa mudança...

 

Ali se foi algo irrecuperável.

 

Abraços.

 

 

Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Edited by CelsoF
Link to post
Share on other sites
  • 4 weeks later...
  • 2 weeks later...

Tenho uma B19-14, já está com mais de 3000 tiros. Acontece que em uma série de 20 tiros tem dois ou três que saem com uma grande diferença de altura, tipo, da para notar que tem algo errado. Isso pode ser a mola? Chumbo? Eu? Ou as informações são vagas para se ter uma ideia.

Link to post
Share on other sites
  • 6 months later...

 

Qual é a carabina? Dependendo do modelo encontra no mercado nacional e dependendo no exterior. Mais dizendo que carabina é fica mais fácil indicar o local para compra.

 

Alguém aqui vende mola para as nossas carabinas?

Edited by Pedro spolidoro
Link to post
Share on other sites

Pedro Spolidoro, minha é a fênix 400, fico preocupado com a qualidade, e vi que tem também em aço inox

Submitted by Droid R2-D2 XT1563 via starwars

Nesse caso quando quebrar pode fazer 2 coisas ou a substituição pela mola helicoidal. Ou comprar um kit de tuning para ela com pistão, gás ram. Ambos disponíveis na dispropil. Ficando a sua escolha. Molas convencionais duram cerca de 5 mil tiros. Podendo durar 10 ou 15 mil se der sorte. Os gr falam em 450mil tiros. Nas Minhas fenix uso gr e aprovei o kit elite. Links abaixo.

 

https://dispropil.com.br/produtos/mola-do-pistao-cometa-fenix-400

 

https://dispropil.com.br/produtos/kit-pistao-mola-gas-ram-elite-airguns-cometa-fenix-fusion-50kg

Link to post
Share on other sites

Molas originais HW têm fama de durar pouco, pero tenho uma FAC próxima de 10000 ( ou quebra ou deixa de ser de ser FAC... ) e molinha de HW30S, sofre quase nada, com mais de 15000, do mesmo jeito no desempenho, hummm...

Existem relatos ingleses sobre molas originais de HW 16 J ( e até FAC )com duraçāo espantosa.

Mas parece que nāo é o que se vê por aquí...devem ser o clima, as intervençōes cirúrgicas...ou sei lá o que.

 

Metil Spring

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...

Important Information