Jump to content

ANUNCIANTES

Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada

Edson B Cantarino

CA Gold
  • Content Count

    240
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    6
  • Country

    Brazil

Edson B Cantarino last won the day on June 8

Edson B Cantarino had the most liked content!

Community Reputation

37 Ótimo

About Edson B Cantarino

  • Rank
    Atirador Veterano
  • Birthday 01/29/1973
  • Age 46

Profile Information

  • Gender
    Masculino
  • Sua Localidade
    São Caetano do Sul / SP
  • Interesses
    Mulher, Armas, Carros, Cerveja
  • Age 46

Recent Profile Visitors

619 profile views
  1. É uma GTMAX3D. Tenho uma e acesso a outras duas. Toda original.
  2. Atiradores, Faz um tempo eu abri um tópico sobre criação de uma nova carabina baseada na mecânica de um pistola de CO2 CP1-M. Tive um bom começo, mas o trabalho me impede de finalizar. Pois bem, o trabalho me ofereceu uma oportunidade de mostrar o uso da impressão 3D no nosso esporte. Recentemente, um amigo me pediu para desenvolver um sobre-cano para seu fuzil de airsoft. Ele possuía um de 5", mas como estava trocando o cano, queria um maior, de 10". O problema era que a importação dessas peças beira o impossível, então me propôs o desafio. A peça original era essa: Foi feita a engenharia reversa e, com o modelo matemático pronto, dobrei o tamanho: Fiz algumas impressões de pedaços para calibrar a impressão. Ajustes feitos, botei o bolo no forno. Vejam o resultado: Comparando as geometrias: E, finalmente a montagem, após um ajuste no encaixe, pois deixo sobrematerial para que não fique folgado. Um lixa e pronto: Tempo total: 25 horas. Desafio concluído! Obrigado.
  3. Ola Edson.

    Por acaso vc. frequenta a Atak aqui em São Caetano

  4. Bom dia!!

    Vc conssegue fazer um magazine da AT 4410???

  5. Bom dia! Não venderia o cronógrafo a parte? Abraço!

  6. Olá! A pista ainda está funcionando? Não tive mais notícias dela. Abraço!
  7. Atiradores, saudações! Estou começando um projeto com minha CP1-M e imaginei que seria interessante compartilhar com o vocês. Também seria uma oportunidade de escrever um bom tópico e de me apresentar junto com meu trabalho. Não sei se vocês já viram meu anúncio no "Compra e Venda“, ofereço serviços de desenvolvimento de produto e impressão 3D. Ofereço duas soluções: o produto impresso ou o projeto (o cliente comercializa). Como os que tenho feito são dessa segunda categoria, são todos sigilosos, o que não me ajuda no marketing. Dessa forma, vou publicar um projeto pessoal: uma forma toda nova para minha CP1-M. O projeto será “CAD driven”, o recurso é o Siemens NX 11 (uso licença ociosa de uma Design House parceira, 100 mil reais é pra poucos, além da manutenção anual de 5 mil reais). Como limitantes temos o tempo, a verba e o cronograma do fornecedor de impressão. Ah, bem lembrado: não tenho as impressoras, mas, sim, um parceiro de longa data que oferece o serviço em FDM profissional: a OMNES 3D. Se alguém precisar de impressão, pode me procurar ou diretamente pelo Facebook ou LinkedIn. Dividirei o trabalho em vários posts. Não consigo prever a cedência, peço sua paciência. Vamos lá: BRIEFING Para quem não conhece, a CP1-M é uma pistola multi-shot de CO2, de fabricação chinesa e licenciada para vários fabricantes: SPA/Artemis, SMK, Mrodair, etc. Possui uma irmã single shot, a CP1. Ambas disponíveis nos calibres 4.5 e 5.5mm. Se caracterizam pelo excelente custo/benefício (em torno de 500 reais), ação por ferrolho, boa potência (com registros acima de 130m/s na 5.5mm) e cabo com uma boa pegada se você tiver mãos médias (para mim, o dedinho sofre). Contra elas pesam a péssima indexação do conjunto cano/bloco/magazine/ferrolho, atrapalhando o carregamento do projétil (já travei o ferrolho com chumbo deformado), e a fragilidade do magazine multi-shot, cujo parafuso central afrouxa com frequência e , se ajustado errado, não faz o rodízio dos projéteis. Mas tudo isso é facilmente contornável, pois, o que ninguém cita é a simplicidade quase irritante da sua construção, fácil de desmontar e de reparar. Isso é um convite para uma customização. FASE 1: Engenharia Reversa no conjunto da pistola Reconstruí o conjunto mecânico da pistola no NX em 10 horas. O modelo ainda está sem as roscas, faltam alguns parafusos e não fui preciso nos ajustes entre as peças. Afinal, não é meu objetivo fabricar a arma. Se bem que o modelo já tem informações suficientes para isso. O conjunto da válvula está como “Black-box”, apenas representativo, sem os componentes internos. Não precisaremos deles para esse trabalho. Estou na reconstrução do cabo. Como gostei da pegada, vou usá-la como referência, apenas corrigindo a pega e a distância para o gatilho (dedos curtos). Primeiras imagens: Visão Geral Detalhe do Mecanismo Seção do Mecanismo Seção da ponteira Bom, é um começo. Aguardem o próximo post com novidades! Obrigado pela atenção!
  8. Boa tarde! Trago mais uma questão para a bancada: qual seria mais indicado para o martelo, seja PCP ou CO2?
  9. Veja o que esses malucos conseguem fazer com uma inofensiva esfera de plástico. Com uma pequena adaptação...claro!
  10. Bom dia! Preciso de uma orientação dos que tiveram contato com as pistolas de CO2 modelo CP1 e CP1-M. Desde ontem apresentou vazamento na câmara da ampola logo após a troca e, quanto tento fazer nova troca, a ampola vazia trava e dá trabalho para tirar. Vi em um fórum inglês a mesma questão. Lá falou-se um uma vedação no ponto onde a ampola é furada, que poderia ter caído ou estragado. Não vi nada cair e, como estou longe de casa faz um booom tempo e sem ferramentas, não pude desmontar. Os diagramas que baixei não são muito claros. Ficam as questões: - existe tal vedação? - se positivo, qual a especificação? Agradeço muito. Grande abraço!
×
×
  • Create New...