Jump to content

ANUNCIANTES

Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada

Maurício Ferreira

Members
  • Content Count

    78
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutro

About Maurício Ferreira

  • Rank
    Atirador
  • Birthday 02/22/1984
  • Age 35

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Sua Localidade
    Sete Lagoas - MG
  • Age 35
  1. Galera de BH e região, tive a ideia de fazer um grupo no WhatsApp pra tornar essa comunicação mais eficiente, pq pelo fórum fica mais complicado por depender do acesso constante de todos, o que geralmente não ocorre. Caso aprovem a ideia, me add que eu coloco no grupo. Meu celular é 31 8887-5689. Abraço a todos e aguardo contatos.
  2. Aos entendedores do CA, Moro em uma cidade que não possui espaço adequado para a prática de tiro esportivo, de qualquer natureza (Sete Lagoas - MG). Ultimamente, em contato com amigos que desfrutam do mesmo interesse, surgiu uma questão: será que é possível montar e regularizar um stand particular e/ou para uso público? Se sim: A quem devo recorrer para me inteirar das exigências e burocracias? Digo isso por que, em buscas pela internet, encontrei um emaranhado de informações desconexas (polícia civil, exército, prefeituras, governos.....), de estados diferentes, e isso tudo me deixou meio perdido. Caso realmente decida levar esse projeto à frente: vale a pena? Ou a burocracia, digamos, me "massacraria"? Apreciaria esclarecimentos de quem tem conhecimento real sobre o assunto. Abraço a todos.
  3. Parece muito bom, e a um preço razoável. Mas preciso vender meu canhãozinho ainda. Sem isso, nada feito.
  4. Obrigado pelo post, amigo. Quero inicialmente para tiros informais, em campo ou plinking. Aqui onde moro não há clube de tiro e muito menos competição. Participar de competição não é uma opção no momento. Para isso, uma carabina leve seria muito bom (não tenho habilidade com bandoleiras), e autonomia (de capacidade de carga e do magazine rotativo) é uma exigência. As Hatsan me parecem muito pesadas. Desanimei um pouco. Porém coisa leve e boa é coisa cara. Então to começando a firmar a ideia na série AT44 pela facilidade de encontrar, manutenção e custo/benefício. Mas pra isso, preciso vender ou incluir na troca minha Hatsan Torpedo 155. Tô tentando. Abraço.
  5. Amigos, sou de Sete Lagoas e se não despencar pra BH, minha cometinha vai enferrujar! Como estão funcionando os encontros?
  6. Olá, Amigos no CA. Sou morador de Sete Lagoas - Minas Gerais e estou procurando atiradores ou entusiastas para marcar encontros e dar uns tecos. Quem sabe, em um futuro próximo, possamos montar um stand na cidade, que tem mais de 250 mil habitantes mas é carente de tudo! Um abraço e entrem em contato.
  7. ps: a sumatra, digamos, fica só na "diversão" ou tecnicamente tem algum ponto forte?
  8. Nossa..... ampliando horizontes..... quantas opções... Valeu, moçada.
  9. Tiro a tiro eu descarto, amigo..... e achei o acabamento bem pouco atraente (gatilho de plástico grosseiro, sem ajuste!). Mas agradeço a recomendação. Confesso não ter pensado no estilo bullpup.... nunca foi dos mais atraentes pra mim. Mas o preço, pelo que vi, é bem interessante.
  10. Bom, a finalidade é usar em campo..... alvos em torno de 50 metros com agrupamento razoável.... ou mesmo plinking. O orçamento modesto (e realista) é: o quanto eu conseguir na Hatsan Torpedo 155 + cerca de 2.500 reais. isso eliminaria a primeira opção, eu sei. Analisando friamente, a série Hatsan AT44 me atenderia bem, creio eu.
  11. A questão é que minha experiência é zero com PCP. Nunca atirei com uma e queria um modelo de entrada quer não fosse muito caro. a S510 tem um custo já bem elevado para o meu padrão. Vi ela saindo entre 6 e 7 dilmas, fora cilindro, estação e luneta que terei que providenciar. Se souberem de alguém interessado em trocas, avisem!
  12. Olá, amigos do Carabinas. Sou o feliz proprietário de uma Cometa Fênix 400 com mola Magnum de GR 60kg e uma Hatsan Torpedo 155 também com GR. Da cometinha eu não abro mão. Porém, a autonomia e os tiros contínuos das PCP me encantam, e estou querendo trocar a Hatsan (muito pesada, excessivamente forte e de tiro único) por uma carabina a ar comprimido. Até agora, pelo que pesquisei, estou entre três modelos: - AIR ARMS S510 - Benjamim Marauder - Sumatra 500 Aos mais experientes, pergunto: qual tem um custo mais justo e uma performance mais interessante para um iniciante? Abraços, Maurício.
  13. Isso que eu quero saber, pois por ser magnum fico com medo de perder precisão. A magnum seria quantos quilos?
×
×
  • Create New...

WhatsApp Image 2019-11-14 at 10.12.46 (1).jpeg