Jump to content

ANUNCIANTES

Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada

Fersiq

Members
  • Content Count

    84
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    4

Fersiq last won the day on May 23 2014

Fersiq had the most liked content!

Community Reputation

28 Ótimo

About Fersiq

  • Rank
    Atirador
  • Birthday 04/30/1978
  • Age 41

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Sua Localidade
    São Paulo
  • Age 41
  1. Estive no local hoje pela primeira vez. Gostei bastante. Valeu a pena. Espero que em breve consigam mais dias além do sábado. Parabéns e obrigado aos responsáveis por conseguir o lugar. PS: 1 - Caro dono da Marauder, desculpe mas esqueci de perguntar seu nome. De qualquer forma, muito obrigado por fazer o papel de spotter para eu zerar a luneta. 2 - Karolaza, essa Pro Sport Walnut, por enquanto, é a arma mais bonita que já vi pessoalmente. Dá até pra batizar ela com o nome Tiger.
  2. A marca dessa arma é Snow Peak Airguns ou SPA. Assim você vai encontrar no google e no youtube.
  3. Caro colega, quando fizer o review da multi-pump em 5,5mm, gostaria que atentasse para o detalhe do ferrolho. Possuo essa arminha nos dois calibres e notei que o ferrolho de ambas tem exatamente as mesmas dimensões, sendo que no caso do 5,5mm só consegui perfeito funcionamento, sem vazamento de ar atrás do chumbo, com a substituição do o'ring por um mais grosso. Portanto gostaria de saber se é um problema exclusivo da minha e eu dei azar ou se o problema é recorrente em todos os exemplares. Grato, Fernando.
  4. Caros colegas, estive na vedatem e vedabras e são excelentes lojas, obrigado pelas indicações. Estive também em uma loja chamada Fonseca Vedações, indicada por um amigo e colega de trabalho. Achei tudo que precisava, menos uma arruela de borracha, mas em compensação achei um o'ring que a substituiu perfeitamente. O mais incrível é que os preços são ótimos. Entre 3 a 5 reais o cento dos o'rings nitrílicos. Saí com 600 o'rings da loja e não gastei nem metade do que gastaria em apenas uma dezena em uma loja de paintball. Lindo. Obrigado a todos que indicaram, de coração. Fernando.
  5. Beleza, é que depois de tanto tempo lendo as besteiras que estão fazendo, não tava mais conseguindo segurar. Mas já desabafei agora. Pois é, o próprio exército, que deveria emitir a guia para a carabina sair do aeroporto e ir pra agencia do correio, não o fez por ser arma de pressão. Quando é arma de fogo eles fazem. Mas de qualquer forma, ele autorizou, que é o que a lei prega e é o que ele fez, só não fez com a guia, mas fez. Até aí sem problema, estava escrito que podia por quem pode decidir. Então pronto, ninguém vai reclamar. Como você deve ter percebido, a minha opinião é de que não são os militares que são criativos em atrapalhar. Pra mim a criatividade em ficar se prejudicando é do próprio atirador de ar. Mas vamos à sua questão. De forma séria. Quando eu falei ainda bem que convenceram na resposta lá do seu comentário, eu realmente fui irônico, como você bem percebeu. O fato é que está escrito la embaixo da tabela de classificação de controle"Somente na saída da fábrica, porto ou aeroporto. Pois bem, como disse o Henrique Coelho, nossas leis são mal escritas. Do jeito que está, você pode achar que precisa sempre ou que precisa quando vem de fora. Mas veja bem, não está escrito assim de forma clara, portanto só se pode achar. Então vamos fazer uma análise simples. 1- Bem comentado pelo Henrique, os policiais não leram essa lei e nem se interessam, chamam air soft de simulacros e réplicas, mas como está escrito na portaria Colo 02, sem espaço para interpretação, air soft é arma de pressão. Réplicas e simulacros não são aptos a efetuar disparo, não atiram. 2- Henrique também fez o certo em mostrar a portaria Colog apenas, onde consta que não precisa de autorização para arma de pressão. Isso é ser inteligente. Não teria sido inteligente se mostrasse a tabela de categoria de controle junto, onde está escrito a exceção a regra, abrindo assim espaço para uma interpretação desfavorável. 3- O feitosa passou por uma situação que mostra claramente que o éxercito não tem intenção nenhuma de ficar atrapalhando os atiradores de ar, sendo bastante inofrmais com o tráfego da carabina de ar. Mostrando que só se preocupam com elas no ingresso no país e depois não. 4- Ainda no seu caso, no aeroporto, haviam atiradores que tinham guia para arma de ar e isso colocou você em situação desagradável. Imagina se o PF decidisse ir lá perguntar pros atiradores com guia porque eles tinham se não precisava. Poderiam responder que não precisa, mas tinham porque queriam. Poderiam dizer que a arma mesmo não precisava mas alguma luneta restrita sim. Ou poderiam falar pra o PF que em aeroporto precisava e direcionar o entendimento do PF em interpretar de maneira que não permitisse a remessa de sua arma de ar. Então, baseado nas informações de 1 a 4, percebe-se: 1- Que a atitude dos atiradores que exibiam a guia pode trazer prejuizo para os que não querem ficar prestando satisfações ao exército. 2- Que apesar de a lei abrir espaço para interpretações contrárias, é prática do exército agir pela interpretação mais favorável, coisa que pode mudar se os atiradores de ar ficarem indo pedir benção. Inclusive a portaria colog é clara em interpretar esse dispositivo acrescentando "ponto de entrada no país", deixando claro que voos domésticos não despertam o interesse deles. 3- Que a fiscalização da PF nem conhece a lei e que mostrar um papel com a portaria Colog é o bastante. E até uma boa explicação verbal pode resolver. 4- Que o exército só está preocupado com a entrada no país das armas de pressão, apenas para verificar se é algo permitido mesmo ou se é uma arma de fogo ou uma de ar restrita com uma nota falsa informando ser de ar permitida. Baseado em todas essas informações e casos, o que eu acho prudente e inteligente é: 1- Andar com a portaria Colog; 2- Se algum atirador de ar tem a guia, que passasse, ao invés de mostrá-la, a mostrar a portaria colog antes de mais nada e, só no último caso, se mesmo assim não permitirem a remessa da arma de ar, mostrar a guia. Isso ajudaria a todos, pois tornaria a portaria colog conhecida e mais difundida. Aposto até que nunca precisariam mostrar a guia, mesmo tendo uma. 3- Que não saiam do país com a carabina de ar sem guia ou a GDA, pois para voltar ela de fora do país é outra conversa. 4- Que se evitasse ao máximo pedir permissões desnecessárias ao exército. Eles definitivamente não são criativos, só estão sendo alimentados com os medos e preocupações desnecessárias dos atiradores de ar que ficam batendo na porta deles. 5- Que nunca se mencione a tabela de graus de controle do R-105, apenas a portaria Colog, que foi feita justamente pra simplificar qualquer explicação.
  6. Pois é Henrique, mas fica frio, porque os caras estão pedindo guia pra viajar de avião conforme declarou nosso colega de fórum Marvin. Então não vai demorar pra descobrirem que podem encher mais o saco com o air soft. Se não ficassem inventando, nunca que iriam perceber. Mas é do jeito que eu falei, os "espertos" estão fodendo todos porque ficam chamando a atenção para si. Não sei qual o tesão de ficar tirando papel e dando satisfação pros outros que esses caras tem viu. "Paiê, Manhê, vou ficar andando com a carabina de pressão. Dá pra vocês fazerem um papel de autorização pra mim dizendo que eu posso, porque tirar xerox da lei é muito mais difícil. Claro filhão, paga lá as taxas, deixa eu entrar na sua casa e dizer como ela deve ser por dentro, quais portas você deve trancar, onde você deve colocar cadeado e depois a gente conversa de novo. Tá bom. To indo . Hahaha, vai lá trouxa."
  7. Ainda bem que convenceram ele, porque categoria 3 tem controle na saída da fábrica, porto e AEROPORTO.
  8. E tem mais, e agora vai um desabafo. As coisas só ficam piorando porque tem nego burro que fica tentando ir lá pedir autorização e guia para produtos que não precisam. O povo brasileiro parece que gosta de ter que ficar dando satisfação da vida pessoal para os outros e para as autoridades. E não estou falando sem base não. Há três anos, ou seja, dois anos antes de inventarem CR para arma de ar, que estou vendo gente querendo tirar CR pra arma de ar, mesmo não precisando. Agora me respondam. Por que que um animal desse, há três anos, ficou lá tentando arrumar apostilamento para carabina de ar? E ainda ficou tentando convencer os outros a fazerem o mesmo para criar volume e conseguir concretizar a burrada. Pensa bem, se eu sou do exército e gosto de ficar me metendo na vida alheia e vejo que nego fica achando que não pode, ou seja, não conhece seus direitos e, se conhece, não tem coragem de exerce-los sem ficar pedindo benção para mim. Eu vou mais é cagar na cabeça do cara mesmo. Aí eu vejo o número de tontos aumentar e penso, "Nossa, não é que cola se eu ficar fodendo a vida dos caras? E eu que pensei que iam reclamar e exigir o cumprimento da lei se eu fosse piorar as coisas. Mas que nada, quando mais eu aperto, mais vem gente lamber meu saco. Eu vou mais é ficar apertando mesmo." Garanto que se não fosse a quantidade de frouxos tentando conseguir CR para carabina de ar permitida há três anos, ele não existiria hoje. Eu sempre disse para todos e em todos os fóruns que já vi a questão surgir nos últimos anos que esquecesse esse assunto, que seria ficar arrumando sarna. Mas sempre vinha uma anta e dizia que era por causa da luneta, principalmente restrita. Aí eu dizia que se quisesse luneta e principalmente restrita, que fizesse o CR mas não inventasse de colocar arma de ar e pedir guia para ela. Que se restringisse ao assunto da luneta apenas. Mas adiantou? Não, porque brasileiro é metido a esperto e ficou achando que com guia de tráfego para carabina de ar permitida, não ia ter que ficar explicando aquela lunetona gigante sem nota instalada nela. E ainda ficou tentando convencer os outros a agirem com a mesma irresponsabilidade. Agora, ao que parece, pelo caminho que está indo, os "espertos" vão finalmente conseguir atrapalhar a vida dos outros. Porque o pensamento de vocês está mudando. E mudando para pior, está mudando para a mentalidade de criança que quer aprovação dos pais. Será que é tão difícil assim fazer o que a lei permite sem ter que ir lá no exército pedir benção? Pra que ficar indo lá com frescurinha de guia para arma de ar permitida? Vocês acham mesmo que os caras do exército, que emitem os CRs e guias e lidam com "espertos" desde antes de vocês nascerem vão ser enganados ou dobrados para que vocês consigam burlar as regras deles com papinho de a luneta está na arma então pode? Tem gente que não aprende mesmo. Sempre segui aquele ditado, "As vezes, a melhor maneira de convencer alguém de que está errado, e deixa-lo se foder". Mas agora chega né, porque nego tá se fodendo cada vez mais e não aprende. Continua insistindo e piorando as coisas. Por que vocês não fazem o que deveria ser feito desde o começo? Por que vocês não param de insistir com o exército para que eles autorizem o que vocês já podem? Tem despachante e lojista aqui no fórum que ao invés de falar "Poxa, estão dando CR de ar e autorizando ar restrito e lunetas nesse CR? Que bom?" Ele fala. "Tá errado esse CR aí. Fiz reunião com o pessoal do exército agora e eles vão passar a dificultar isso" E ainda tem gente que fica dando apoio e lambendo o cara. Será que ninguém pensa que ele tem interesse contrário ao das pessoas que tiveram a vida facilitada? Afinal ele vende a facilidade né. E vende caro pra caralho. Será que vocês não pensam um pouco antes de fazer as coisas? Eu já cansei de pensar antes de falar com esse povo. Agora já não dá mais. Vocês estão fazendo cada vez mais merda. Será que não enxergam? Não deveria precisar vir alguém aqui e falar "PORRA, PAREM DE VIADAGEM. PAREM DE MALANDRAGEM." QUER ALGO RESTRITO, VAI ATRÁS DO QUE PRECISA, MAS NÃO FICA TENTANDO VINCULAR AO PERMITIDO ACHANDO QUE VAI AFROUXAR. A CONTA É MUITO SIMPLES. SE VOCÊ VINCULA ALGO PERMITIDO A ALGO RESTRITO, VOCÊ FODE O PERMITIDO E NÃO O CONTRÁRIO. DEIXEM DE BURRICE. Aos que não foram responsáveis pelas cagadas mencionadas, me desculpem as palavras, mas aos que foram, não deixem de se ofender. Estou chamando vocês de idiotas mesmo.
  9. E tem mais, e agora vai um desabafo. As coisas só ficam piorando porque tem nego burro que fica tentando ir lá pedir autorização e guia para produtos que não precisam. O povo brasileiro parece que gosta de ter que ficar dando satisfação da vida pessoal para os outros e para as autoridades. E não estou falando sem base não. Há três anos, ou seja, dois anos antes de inventarem CR para arma de ar, que estou vendo gente querendo tirar CR pra arma de ar, mesmo não precisando. Agora me respondam. Por que que um animal desse, há três anos, ficou lá tentando arrumar apostilamento para carabina de ar? E ainda ficou tentando convencer os outros a fazerem o mesmo para criar volume e conseguir concretizar a burrada. Pensa bem, se eu sou do exército e gosto de ficar me metendo na vida alheia e vejo que nego fica achando que não pode, ou seja, não conhece seus direitos e, se conhece, não tem coragem de exerce-los sem ficar pedindo benção para mim. Eu vou mais é cagar na cabeça do cara mesmo. Aí eu vejo o número de tontos aumentar e penso, "Nossa, não é que cola se eu ficar fodendo a vida dos caras? E eu que pensei que iam reclamar e exigir o cumprimento da lei se eu fosse piorar as coisas. Mas que nada, quando mais eu aperto, mais vem gente lamber meu saco. Eu vou mais é ficar apertando mesmo." Garanto que se não fosse a quantidade de frouxos tentando conseguir CR para carabina de ar permitida há três anos, ele não existiria hoje. Eu sempre disse para todos e em todos os fóruns que já vi a questão surgir nos últimos anos que esquecesse esse assunto, que seria ficar arrumando sarna. Mas sempre vinha uma anta e dizia que era por causa da luneta, principalmente restrita. Aí eu dizia que se quisesse luneta e principalmente restrita, que fizesse o CR mas não inventasse de colocar arma de ar e pedir guia para ela. Que se restringisse ao assunto da luneta apenas. Mas adiantou? Não, porque brasileiro é metido a esperto e ficou achando que com guia de tráfego para carabina de ar permitida, não ia ter que ficar explicando aquela lunetona gigante sem nota instalada nela. E ainda ficou tentando convencer os outros a agirem com a mesma irresponsabilidade. Agora, ao que parece, pelo caminho que está indo, os "espertos" vão finalmente conseguir atrapalhar a vida dos outros. Porque o pensamento de vocês está mudando. E mudando para pior, está mudando para a mentalidade de criança que quer aprovação dos pais. Será que é tão difícil assim fazer o que a lei permite sem ter que ir lá no exército pedir benção? Pra que ficar indo lá com frescurinha de guia para arma de ar permitida? Vocês acham mesmo que os caras do exército, que emitem os CRs e guias e lidam com "espertos" desde antes de vocês nascerem vão ser enganados ou dobrados para que vocês consigam burlar as regras deles com papinho de a luneta está na arma então pode? Tem gente que não aprende mesmo. Sempre achei certo ditado, "As vezes, a melhor maneira de convencer alguém de que está errado, e deixa-lo se foder". Mas agora chega né, porque nego tá se fodendo cada vez mais e não aprende. Continua insistindo e piorando as coisas. Por que vocês não fazem o que deveria ser feito desde o começo? Por que vocês não param de insistir com o exército para que eles autorizem o que vocês já podem? Tem despachante e lojista aqui no fórum que ao invés de falar "Poxa, estão dando CR de ar e autorizando ar restrito e lunetas nesse CR? Que bom?" Ele fala. "Tá errado esse CR aí. Fiz reunião com o pessoal do exército agora e eles vão passar a dificultar isso" E ainda tem gente que fica dando apoio e lambendo o cara. Será que ninguém pensa que ele tem interesse contrário ao das pessoas que tiveram a vida facilitada? Afinal ele vende a facilidade né. E vende caro pra caralho. Será que vocês não pensam um pouco antes de fazer as coisas? Eu já cansei de pensar antes de falar com esse povo. Agora já não dá mais. Vocês estão fazendo cada vez mais merda. Será que não enxergam? Não deveria precisar vir alguém aqui e falar "PORRA, PAREM DE VIADAGEM. PAREM DE MALANDRAGEM." QUER ALGO RESTRITO, VAI ATRÁS DO QUE PRECISA, MAS NÃO FICA TENTANDO VINCULAR AO PERMITIDO ACHANDO QUE VAI AFROUXAR. A CONTA É MUITO SIMPLES. SE VOCÊ VINCULA ALGO PERMITIDO A ALGO RESTRITO, VOCÊ FODE O PERMITIDO E NÃO O CONTRÁRIO. DEIXEM DE BURRICE. Aos que não foram responsáveis pelas cagadas mencionadas, me desculpem as palavras, mas aos que foram, não deixem de se ofender. Estou chamando vocês de idiotas mesmo.
  10. No ordenamento jurídico existe uma hierarquia, lei federal manda mais que estadual, que manda mais que municipal, que manda mais que resolução, que manda mais que portaria, que manda mais que instrução normativa, sendo que as últimas 3 não vinculam a população, somente as instituições a qual estão vinculadas. Então é o seguinte. Categoria 3 não precisa guia para o dono transportar por decreto lei federal, lá em cima na hierarquia. A instrução normativa, mesmo que dissesse que o dono ia precisar para a categoria 3, não ia valer nada, já que qualquer dispositivo constante de norma inferior, e instrução normativa está lá embaixo, é automaticamente inválido. Só se mudarem a categoria de controle vai precisar de guia para arma de ar permitida, por enquanto não precisa. Se eles esqueceram de colocar 3 lá na instrução, não faz diferença. Pra falar a verdade, não precisaria nem ter colocado 4 e 5 lá. Mas na minha interpretação a categoria 3 não foi esquecida e sim deixada de fora por uma razão, razão essa que é correta. O fato é que categoria 3 não é totalmente isenta de guia e existe uma situação apenas em que a guia é necessária, que é saída da fábrica, porto ou aeroporto. Portanto, não deveria constar nessa instrução, visto que ela não é desnecessária em 100% dos casos, como é nas categorias 4 e 5.
  11. Pois é. Não existe, mas a lei diz que precisa. E não está escrito em lugar nenhum que não precisa. Só está escrito que precisa. Então se parar pra verificar sem paixões ou vontades, é muito simples. A lei diz que precisa. O exército não faz e como ele não faz a guia não existe. Se o exército não faz, a lei muda? Com certeza não muda. Então o exército não faz e aí como precisa, fica todo mundo na merda. A única maneira de não precisar de fato é se uma simples portariazinha mudar a categoria de controle de lunetas. Senão, só de boca, não vale na hora do vamos ver.
  12. Até onde eu sei, pra ser esportista não precisa ser profissional e nem deveria precisar ser rico, como estão fazendo parecer. O que é realmente um esportista? Pra mim é quem pratica esporte e não competidores de ponta apenas. E CR serve justamente pra trafegar com a arma, se fosse pra deixar a arma em casa e não trafegar com ela pra usar, não precisava do CR. E por fim, onde é que essas exigências conseguem prever o que a pessoa vai querer fazer com a arma? Se ele quiser só para trafegar com a arma, como vão saber? Dá pra tirar CR do mesmo jeito. Aliás, qual o problema do cidadão trafegar com a arma? Não tem utilidade nenhuma, já que arma só serve pra alguma coisa se portada e não transportada. Entendo que você quis dizer que estão tirando para portar e não transportar, mas CR não permite porte, só transporte. O CR não vai ajudar em nada nesses casos. E azar do burro que for pego portando e não transportando, mesmo com CR. Perde a arma e o direito de transportar, além de responder um processo criminal. Continuo querendo saber a razão de azucrinar tanto o cidadão honesto.
  13. Grandes colegas, grato pelas informações, depois vou dar um pulo nas lojas mencionadas. Vou trocar logo todos das minhas pumps, testar novos materiais dos orings, enfim, agora que sei onde tem loja, posso ir lá e escolher o que colocar no carrinho de compras. Obrigado, Fernando.
  14. Estou abrindo o tópico após pesquisa infrutífera em relação ao assunto ora apresentado. Devido ao uso, um o-ring de vedação do ferrolho da minha Webley Rebel acabou tordando-se cônico, ao invés de circular como deveria ser. Ele veda a parte do cano que vai atrás do chumbo, forçando o ar apenas para a frente, impulsionando o projétil. Notei um certa inconsistência nos últimos tiros e resolvi realizar teste no cronógrafo, constatando perda de potência e aumento de variação na velocidade dos tiros. Resolvi fazer um exame visual detalhado e percebi que tal o'ring estava um pouco deformado, com a parte da frente desgastada. Aproximando um lenço de papel na parte de municiamento da arma, com o ferrolho fechado, efetuei um disparo e constatei que parte do ar está escapando por esse o'ring, causando as inconsistências. Seria a manutenção mais simples que se pode fazer, mas estou com dificuldades em encontrar alguma loja de o'rings. Portanto, peço aos colegas do fórum que residem em São Paulo e que tenham experiência em desmontagem e tunagem de carabinas como Karolaza, que possui vídeos de desmontagem e Williams Macena, que é gambiarreiro mestre, entre outros, que me indiquem uma loja onde posso comprar o'rings em São Paulo, assim já compro logo um monte e já faço a substituição completa dos o'rings da arminha, além de manter alguns de reserva. Grato, Fernando.
  15. FarWest. É o seguinte: O que precisa? Pra comprar luneta permitida, pela lei, autorização de compra. E para transportá-la, pela lei, guia de tráfego. O problema é que todos compram sem autorização, porque as lojas não exigem. E as lojas não exigem porque o exército não exige CR ou apresentação de autorização referente aos compradores quando a loja presta satisfações. Se é que o exército exige prestação de contas das lunetas permitidas. Não sou lojista para saber, mas lojistas já disseram que sim aqui no fórum. A autorização é um documento que deve ser apresentado para a loja e não um documento que deve acompanhar a luneta. A nota fiscal emitida, supõe que a pessoa comprou com autorização, já que a loja deveria exigir tal documento e retê-lo e no caso de tal documento não existir, recusar a venda. O problema fica com o transporte. Na prática, as lojas vendem e a nota fiscal seria um documento que provaria, no caso de a loja fazer a parte dela, que você foi autorizado a compra-la. Se a loja não fez a parte dela, não é problema seu. Já é suposto que se tem a nota é porque você comprou da maneira que deveria, ou seja, foi autorizado. Não é aí que está o problema. O problema está no fato que a lei exige uma autorização para transporte para você carregá-la para fora de sua residência, e não uma nota fiscal. E esse documento de autorização de tráfego de lunetas não existe, pelo menos nunca ouvi falar de alguém que tenha um sem CR. De novo, na prática, ninguém tem, mas todos andam com lunetas por aí e não tem problemas. Isso não quer dizer que pode andar e um espírito de porco pode atrapalhar a sua vida só por causa disso. Portanto, apesar de ninguém gostar de falar no assunto para não ficar dando idéias, é um risco, mesmo que pequeno já que só ouvi um relato de problema por causa disso, mas mesmo assim, um caso já mais que risco zero. Não vou ficar mentindo e dizendo que pode, porque estaria sendo sacana, vou falar a verdade e aí você escolhe. A verdade mesmo é que não pode transportar sem guia, mas todos ficam fingindo que pode e dizendo que pode e transportam sem guia. A escolha deve ser sua.
×
×
  • Create New...