Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

ANUNCIANTES

Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada

Posts Recomendados

GAS RAM E SUAS PARTICULARIDADES

Eu já escrevi alguns textos sobre gas ram ou mola a gás e sei que a explicação técnica é complicada para o entendimento da maioria, no entanto, escrevo este texto hoje porque recebi várias mensagens de participantes de grupos de whatsapp, sobre as forças das molas a gás.

Primeiramente, quero dizer que não posso responder pelos fabricantes, portanto, se me perguntam qual energia ou velocidade um gas ram de 40 kgf ou 45 kgf produz, por exemplo, eu não tenho como responder.

Na verdade, eu nunca fui a favor da indicação do gas ram em kgf, até porque em toda a história das armas de pressão, elas nunca foram compradas pela força da mola. Fabricantes sempre venderam suas armas de pressão pela velocidade do chumbinho na saída do cano e ainda assim, indicando valores irreais ou obtidos com chumbinhos de liga leve.

No entanto, compreendo que a indicação da força da mola em kgf é referência útil ao fabricante, que precisa ter parâmetros para a fabricação e os testes.

Mas, a força da mola, por si só, não determina com exatidão a velocidade do chumbinho e a energia resultante, motivo pelo qual, eu defendo que as molas a gás sejam fornecidas com a energia mínima que ela pode produzir, de acordo com suas dimensões e projeto.

A título de exemplificação, cito gas ram de mesma força de compressão, mas com comprimentos diferentes.
Se testarmos dois gas ram de 50 kgf, sendo um com 270 mm e outro com 260 mm, eles terão a mesma força medida a 1 cm de compressão da haste, mas, o gas ram de 270 mm produzirá mais energia do que o gas ram de 260 mm.
Observo que este é apenas um exemplo bastante simplório, dentre diversas outras variáveis.

Isso ocorre porque o gas ram mais comprido fica mais comprimido ao ser instalado na mesma arma e isso resulta em taxa de compressão diferente.

Além disso, outras características de projeto também alteram a curva de pressão e de potência.

Esses assuntos são complexos, por isso, não entrarei nos detalhes, visto que a mecânica dos fluídos e a física envolvidas demandariam um semestre de engenharia para serem explicadas e ainda assim muitos não entenderiam. Por isso, acabamos sendo superficiais na explicação.

Dito isso, esclareço que não é o meu objetivo avaliar ou opinar sobre as diferentes marcas de gas ram, principalmente as das empresas brasileiras, pois creio que cada empresa adota os seus projetos e meios de fabricação e de testes, cabendo a cada uma esclarecer aos clientes.

Eu também fui perguntado sobre a linha de gas ram que eu mesmo projetei e que serão produzidos pela Quick Shot, sob a versão Quick Shot Pro.

Quanto a isso, informo que os projetos estão prontos há meses e que após devidamente testados e atendendo aos detalhes de desenvolvimento e ao cronograma de fabricação com as devidas adequações, estarão no mercado nos próximos meses.

O que posso adiantar sobre o projeto é que foi desenvolvido exclusivamente para armas de pressão, visando alto rendimento, com suavidade para engatilhar e recuo mais baixo, comparando com outras molas que produzem a mesma energia na saída do cano.

Dentre as características técnicas, temos:

1. Curva de potência mais uniforme
2. Taxa de compressão que permite maior constância
3. Fluxo laminar (todas os gas ram apresentam fluxo turbulento)

Outras características serão divulgadas quando estiverem disponíveis ao público.

Assim, afirmo que posso responder pelos meus projetos e procurar esclarecer dúvidas genéricas, que tem sido o propósito de eu escrever há anos.

Agradeço aos que me convidaram para participar de grupos de whatsapp, mas devido à falta de tempo disponível para dar a devida atenção e poder interagir com os demais membros, tenho que recusar.

At/te.,

FONTE e Autorização FÓRUM CA: Nelson L. De Faria

  • Upvote 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×
×
  • Criar Novo...