Ir para conteúdo

ANUNCIANTES

Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada
karolaza

Porque não se pode competir com arma de cano fixo no papel?

Posts Recomendados

Concordo com o Arlindo. No tiro a 10 mts tem que sobressair a qualidade do atleta, visto que é uma competição...as armas devem ter as caracteristicas mais proximas uma das outras....portanto quem quer competir tem que ter o equipamento necessario...sem desmerecer as ideias colocadas...inclusive acabo de comprar uma carabina pra essa finalidade exclusiva....abs!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Por isso abri o tópico, porque sinceramente acho que eventos onde o cidadão não é federado porque não competir com a arma que tem? Se for assim existe grande vantagem de um competidor com uma slavia contra um que tenha CBC por exemplo, acho mais plausível esta situação porque uma slavia tem um conj de miras espetaculares,recuo bem baixo e um gatilho maravilhoso onde nem se compara com uma CBC, por mais que ela esteja tunada existe boa diferença e maior dificuldade, então não vejo ter que achar que uma arma de cano fixo não possa participar tb, sei lá é minha opinião apenas.

 

Abraços

 

Concordo com vc Karolaza.

 

Ter cano fixo também tem seus contras, pois demora muito mais para se municiar, sem contar que as provas tem tempo!

 

Acho que seria interessante essa regra não ser aplicada a reuniões e eventos dos membros do CA..

 

Abraços,

 

Miceli

Editado por Miceli-RJ

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma carabina mais pesada é uma vantagem, não uma desvantagem.

É só ver que as carabinas olímpicas tem limite de peso máximo em 8 quilos. Se carabina leve fosse uma vantagem, eles iriam colocar um peso mínimo.

A explicação técnica da maior precisão está logo acima, a articulação. Como eu já tinha comentado, não existe um braço com uma articulação que tenha a mesma precisão de um braço fixo.

 

Gian, estou atrasado neste tópico haha

O peso máximo é 5.5kg, e não 8.0kg

Isso pode ser verificado nas regras da ISSF:

http://www.cbte.com.br/tecnico/regulamento/issf_regulamento_carabina.pdf

 

No "7.4.2.7 Quadro de Medidas da Carabina e Fuzil"

Abraço,

IvanFB

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se tiver muita gente dava pra criar uma categoria só de cano fixo...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pergunta: alguém que tem arma de cano fixo já experimentou fazer um treno de P10m pra ver que bicho que dá?

Acho que não são todas que servem. As de cano fixo que são muito pesadas podem cansar demais.

Karolaza, testa aí com a CFX.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu tenho uma Kral AI 002 S (uma CFX turca genérica) e já experimentei para Carabina 10 metros, o resultado não foi muito diferente do que eu faço com a minha Gamo 68, o problema é que a Kral é bem mais pesada que a G68 e cansa mais, isso se reflete nos últimos tiros.

Resultado, voltei para a Gamo 68...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Como já comentaram, o objetivo é nivelar os equipamentos (armas). Sabe-se que as carabinas de cano fixo possuem um melhor agrupamento e que o tiro é mais "igual". Ou seja, as condições da arma são mais constantes, levando à alguma vantagem. Apesar de parecer pequena, a diferença de pontuação entre os atletas de ponta é cada vez menor, onde um ponto pode definir o campeonato! Nas provas olímpicas, por exemplo são definas em décimos, às vezes.

 

De qualquer forma, as regras ajudam a combater os exageros. Tem atirador que quer usar mira laser, coronha personalizada, roupa de "astronauta" (rs) e outros equipamentos que contribuem para um tiro melhor. Se as condições entre os atletas são mais homogêneas, o atleta faz a diferença. Daí o aspecto humano fica em evidência - tornando o tiro mais divertido. Diferente de algumas modalidades, que de alguma forma quem ganha é a arma. Assim, quem tem mais grana, vence! Acho ruim isso...

 

Se não podemos nos divertir com o tiro, é melhor não praticar mais.

Mesmo os que fazem de forma profissional, penso eu.

  • Upvote 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eduardo,

Ponto para você. Muito bem ponderado o seu post.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bem colocado Edumenezes.

 

Já vi alguns árbitros comentando a dificuldade que é controlar as modificações nas armas.

Acredito que esta restrição do cano fixo não é por causa da CFX ou Kral. Seria para que não aparecesse um atirador com uma Fein 300S.

Mesmos com todas as restrições, teve um competidor com uma gamo statical com coronha personalizada. Provavelmente modificações nas regras vão ser feitas para fechar estes "buracos".

Algumas vezes críticas são feitas aos organizadores, sob o ponto de vista de competidores, mas devemos lembrar que existem outros pontos de vista que devem ser também levados em conta.

E na hora que vale título, os competidores buscarão tudo que as regras permitirem.

 

O ideal, é que tenhamos uma participação ativa nas discussões técnicas das federações e confederação, para contruibuirmos de maneira construtiva com o esporte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Infelizmente, alguns atiradores ainda tentam levar vantagens nas 'frestas' das regras. Isso acaba deixando o tiro um pouco burocrático. Mas acredito que as regras são mais benéficas do que não tê-las. Acontece em qualquer esporte, no tiro não seria diferente.

Acho que liberassem de tudo, aí as coisas piorariam. Pois não haveria limite, o legal é tentar chegar no limite... assim que se quebram os recordes!

Quem organiza acaba tendo que se preocupar com muita coisa, geralmente é formado por atletas do tiro. Sabem que não é fácil, afinal sempre alguém vai achar que está sendo prejudicado. O importante é atirar... rs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

o caso é simples , só o reconhecido calibre 4,5 e cano basculante, sendo assim 5,00,5,50 e 6mm não participam da prova n então esse anos fiz o seguinte normal 4,5 dentro da regra cbte(exceto o alvo que ainda vai ser 14x14 por termos muitos) e abrimos a opem que vai carabinas com molas maior que 4,5mm cano fixo ou não.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Como comentei, acho que as regras ajudam...

 

Esse negócio de recorde é relativo...

Um atirador bateu o recorde (296 ou 298) na prova de mira aberta com uma CBC 345!

Não faz muito tempo... esqueci o nome dele agora... quando lembrar eu posto novamente.

Conheço gente que tem CZ e não passa dos 250pts...

 

Vcs vão ver que é um pouco de modismo.

Até algum tempo, todo mundo queria uma CZ, que é fenomenal!

Em novembro de 2011, um atirador de SP fez 299 na mira aberta.

Ele atirou com uma HW, que tb é show de bola...

Agora tô vendo o preço das HW's subir porque todo fica achando que tá na arma...

A CZ mesmo já chegou a R$ 2.500 ou mais... agora vejo por uns R$ 1.200...

 

Bons tiros

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

parabéns pela abertura do tópico Karolaza. Bastante produtivo. O livro do Nelson Farias também menciona a vantagem das armas de cano fixo sobre as armas de cano basculante. O fato de quebrar o cano para municiar e o fechamento, principalmente e em tese, nunca é igual. O impacto pode resultar em mínimas distorções e o que eu acho interessante no livro dele é que "tudo" interfere em um bom disparo.

Por fim, concordo com o Flávio e com Arlindo também. O papel 10 metros é a modalidade de entrada e por isso o uso de armas mais acessíveis. No tiro virtual, por exemplo, uma das coisas que é informada é que se o participante não possuir arma, pode solicitar no clube, basta verificar se aquele clube específico disponibiliza isso. Ou seja, isso é mais um exemplo de iniciativas para difundir o esporte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigos

Embora o tópico seja antigo,me permitam fazer minhas considerações.Regras ai estão até para serem quebradas.Principalmente

quando já não atendem o anseio de uma grande maioria.Regras da Confederação,,são impostas por dirigentes que nem sempre

atendiam a maioria.Empunhar uma carabina de cano fixo(sempre são um pouco mais pesadas)não é tarefa fácil,para prova papel a 10

mêtros.Sua potencia quase sempre é maior,que as propias para a modalidade,o que não acrescenta vantagem.Armas basculantes modernas

e de boa procedência não apresentam folgas em suas articulações,o que não as deferência das fixas.Hoje onde um grande numero de atira

dores,pratica o tiro,sem estar atado,a Federações,ou Confederações,acredito,que o critério ficaria por conta do clube ou do idealizador da prova.

E o principal,e que todos os envolvidos na prova se deem conta que o que prevalesce,é a confraternização,de pessoas que ainda praticam

um esporte,visto por mal informados pela mídia,como um esporte maldito.E só para terminar,EXISTE UMA DISTANCIA TÃO GRANDE EM QUESTIONAR CANO FIXO OU BASCULANTE,NA ABILIDADE DE PARAR ALÇA DE MIRA E MASSA DE MIRA NA VISADA,PARA ACERTAR

UM DEZ,QUE O RESTO É PURA PICUINHA.

 

grande abraço Borracha

  • Upvote 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigos

Embora o tópico seja antigo,me permitam fazer minhas considerações.Regras ai estão até para serem quebradas.Principalmente

quando já não atendem o anseio de uma grande maioria.Regras da Confederação,,são impostas por dirigentes que nem sempre

atendiam a maioria.Empunhar uma carabina de cano fixo(sempre são um pouco mais pesadas)não é tarefa fácil,para prova papel a 10

mêtros.Sua potencia quase sempre é maior,que as propias para a modalidade,o que não acrescenta vantagem.Armas basculantes modernas

e de boa procedência não apresentam folgas em suas articulações,o que não as deferência das fixas.Hoje onde um grande numero de atira

dores,pratica o tiro,sem estar atado,a Federações,ou Confederações,acredito,que o critério ficaria por conta do clube ou do idealizador da prova.

E o principal,e que todos os envolvidos na prova se deem conta que o que prevalesce,é a confraternização,de pessoas que ainda praticam

um esporte,visto por mal informados pela mídia,como um esporte maldito.E só para terminar,EXISTE UMA DISTANCIA TÃO GRANDE EM QUESTIONAR CANO FIXO OU BASCULANTE,NA ABILIDADE DE PARAR ALÇA DE MIRA E MASSA DE MIRA NA VISADA,PARA ACERTAR

UM DEZ,QUE O RESTO É PURA PICUINHA.

 

grande abraço Borracha

Concordo plenamente! Obrigado por opinar aqui no meu tópico.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olha, dizem que carabinas de cano fixo são mais precisas que de cano basculado. Sempre tive de cano basculado, mas muito recentemente comprei uma Carabina de baixo custo, uma BAM B 3-3 , Chinesa, de cano fixo.

é barata.é uma "CBC" Chinesa!

mas Me surprendeu a precisão dela. Nunca ví igual em carabinas de baixo custo com cano basculado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Penso que é pelo fato de ser um modelo diferente de carabina.Como na as corridas são divididas em categorias,tipo,na fórmula um vc usa carro de fórmula um,na Indy vc usa carro de Indy,e assim por diante...

Como o colega acima disse,deve ser uma forma de padronizar as armas para ninguém reclamar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×