Ir para conteúdo

ANUNCIANTES

Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada

Posts Recomendados

Atiradores, saudações!

Estou começando um projeto com minha CP1-M e imaginei que seria interessante compartilhar com o vocês. Também seria uma oportunidade de escrever um bom tópico e de me apresentar junto com meu trabalho.

Não sei se vocês já viram meu anúncio no "Compra e Venda“,  ofereço serviços de desenvolvimento de produto e impressão 3D. Ofereço duas soluções: o produto impresso ou o projeto (o cliente comercializa). Como os que tenho feito são dessa segunda categoria, são todos sigilosos, o que não me ajuda no marketing. Dessa forma, vou publicar um projeto pessoal: uma forma toda nova para minha CP1-M. O projeto será “CAD driven”, o recurso é o Siemens NX 11 (uso licença ociosa de uma Design House parceira, 100 mil reais é pra poucos, além da manutenção anual de 5 mil reais). 

Como limitantes temos o tempo, a verba e o cronograma do fornecedor de impressão. Ah, bem lembrado: não tenho as impressoras, mas, sim, um parceiro de longa data que oferece o serviço em FDM profissional: a OMNES 3D. Se alguém precisar de impressão, pode me procurar ou diretamente pelo Facebook ou LinkedIn.

Dividirei o trabalho em vários posts. Não consigo prever a cedência, peço sua paciência.

Vamos lá:

BRIEFING

Para quem não conhece, a CP1-M é uma pistola multi-shot de CO2, de fabricação chinesa e licenciada para vários fabricantes: SPA/Artemis, SMK, Mrodair, etc. Possui uma irmã single shot, a CP1. Ambas disponíveis nos calibres 4.5 e 5.5mm. Se caracterizam pelo excelente custo/benefício (em torno de 500 reais),  ação por ferrolho, boa potência (com registros acima de 130m/s na 5.5mm) e cabo com uma boa pegada se você tiver mãos médias (para mim, o dedinho sofre). Contra elas pesam a péssima indexação do conjunto cano/bloco/magazine/ferrolho, atrapalhando o carregamento do projétil (já travei o ferrolho com chumbo deformado), e a fragilidade do magazine multi-shot, cujo parafuso central afrouxa com frequência e , se ajustado errado, não faz o rodízio dos projéteis. Mas tudo isso é facilmente contornável, pois, o que ninguém cita é a simplicidade quase irritante da sua construção, fácil de desmontar e de reparar. Isso é um convite para uma customização.

cp1m_zpsm4jtmzbm.jpg

 

FASE 1: Engenharia Reversa no conjunto da pistola

Reconstruí o conjunto mecânico da pistola no NX em 10 horas. O modelo ainda está sem as roscas, faltam alguns parafusos e não fui preciso nos ajustes entre as peças. Afinal, não é meu objetivo fabricar a arma. Se bem que o modelo já tem informações suficientes para isso. O conjunto da válvula está como “Black-box”, apenas representativo, sem os componentes internos. Não precisaremos deles para esse trabalho. 

Estou na reconstrução do cabo. Como gostei da pegada, vou usá-la como referência, apenas corrigindo a pega e a distância para o gatilho (dedos curtos).
Primeiras imagens:

cp1m_a_zps3go9qpph.jpg

Visão Geral

 

cp1m_b_zpsa1mxctmg.jpg

Detalhe do Mecanismo

 

cp1m_c_zps0shonn6h.jpg

Seção do Mecanismo

 

cp1m_d_zpsouupkacy.jpg

Seção da ponteira

 

Bom, é um começo.

Aguardem o próximo post com novidades!

 

Obrigado pela atenção!

  • Like 1
  • Upvote 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×