Ir para conteúdo

ANUNCIANTES

Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada

NFilho

Dúvida na puxada do arco composto

Posts Recomendados

Olá pessoal,

Desde a batalha do "Rio Washita" ( e isso já faz tempo, rsrsrsrsrs) sempre fui um medíocre atirador de arco recurvo, entretanto agora apareceu uma oportunidade de comprar mais um arco composto antigo para ver se melhoro minhas habilidades.

Como eu realmente não entendo muito além do funcionamento dos arcos compostos, surgiu uma dúvida.

Minha puxada é de 28" porém o arco é de 30" (x 40Lb)  ou seja, minha puxada é menor que o  arco.

Sei que nos arcos compostos existe um limitador nas rodas para que ele não seja puxado além do limite travando a corda, nesse caso em 30". Então se o atirador tem uma puxada maior, tipo de 32" ele ficará desconfortável não conseguindo puxar tudo.

Minha dúvida é: E se a puxada for menor? O que acontece no arco composto? Apenas  há uma perda de energia?

Na minha mente racional como minha puxada é 28" eu poderia negociar esse arco e puxar 2" menos nesse arco de 30" perdendo um pouco de força na flecha, mas eu não estou totalmente certo disso.

Alguém tem experiência em arco composto, poderia me dar uma ideia?

Abraços a todos"

Editado por NFilho

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O que eu sei de composto: a maioria dos compostos tem um alívio em determinada puxada. Então seria algo assim: "a partir de determinada puxada o peso do arco alivia para 20% do original".
A maioria dos arcos permitem que regule a puxada, mas ainda assim há um limite.
O conselho seria pesquisar sobre o arco no site do fabricante.
Outro conselho é evitar comprar arco composto artesanal...

Enviado de meu XT1069 usando Tapatalk

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pois é Bruno,

O arco é "jurássico", (do jeito que eu gosto e sou, rsrsrsrsrs)  pesquisei muito e como é  americano e antigo não encontrei informação pois hoje em dia os arqueiros modernos são como mecânicos modernos, ou seja, não sabem consertar um motor de fusca, perguntam: "onde é o modulo da injeção eletrônica? rsrsrsrs....Quem tem arco composto moderno,  não sabe  responder, até mesmo um "instrutor" me deu uma resposta não convincente; "se puxar menos seria como um "dry fire",  não convenceu,  pois se puxar menos ainda tem carga né?

Eu tenho um PSE também composto (e jurássico 97)  porém com regulagem de puxada no modulo cam, diferente desse que me ofereceram. Eu acredito analisando racionalmente que seria um problema puxar mais do que o arco permite porque estaria forçando as limbs além do limite, mas pensando com o "cérebro" se eu puxo menos apenas perco energia...Bom, vou pensar  e decidir o que fazer pois como as cams são fixas teria que trocar e ai não compensaria... Mas valeu pela resposta, um abraço!

Editado por NFilho

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Pois é Bruno,
O arco é "jurássico", (do jeito que eu gosto e sou, rsrsrsrsrs)  pesquisei muito e como é  americano e antigo não encontrei informação pois hoje em dia os arqueiros modernos são como mecânicos modernos, ou seja, não sabem consertar um motor de fusca, perguntam: "onde é o modulo da injeção eletrônica? rsrsrsrs....Quem tem arco composto moderno,  não sabe  responder, até mesmo um "instrutor" me deu uma resposta não convincente; "se puxar menos seria como um "dry fire",  não convenceu,  pois se puxar menos ainda tem carga né?
Eu tenho um PSE também composto (e jurássico 97)  porém com regulagem de puxada no modulo cam, diferente desse que me ofereceram. Eu acredito analisando racionalmente que seria um problema puxar mais do que o arco permite porque estaria forçando as limbs além do limite, mas pensando com o "cérebro" se eu puxo menos apenas perco energia...Bom, vou pensar  e decidir o que fazer pois como as cams são fixas teria que trocar e ai não compensaria... Mas valeu pela resposta, um abraço!
Pô você manja muito mais do que eu!

Acho que tem uma "puxada mínima" para engajar o alívio, abaixo da mínima não tem a vantagem do alívio ("let-off").


Enviado de meu XT1069 usando Tapatalk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então, o left-off vai depender do desenho da roldana/cam, os arcos em mais antigos em geral tem menos alivio. Os mais modernos top da PSE chegam a incríveis 90%, imagina a facilidade de puxar. O alívio se pronuncia a partir determinado ponto da metade da puxada para o final, mas depende do desenho da cam, isso muda de acordo com o projeto e desenho do sistema. Mesmo que eu perdesse uma parte deste alívio  não me importaria muito porque puxando um arco composto de 60lb com uma força real no braço de 25-30lb; mesmo com essa perda de left-off ainda assim é melhor do que puxar um arco recurvo de 45lbs.

Mas beleza eu decidi que não vou arriscar a compra, posso estar perdendo alguma coisa então vou buscar respostas, comprar livros de arqueria antigos dos anos 60/70 (buscar a resposta do passado no passado) que eu tenho certeza que aprenderei um pouco mais.

Um grande abraço!

Editado por NFilho

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Apesar de não ser um especialista, creio que o seu raciocínio está certo! Uma puxada menor resultará em um pouco menos de energia acumulada e por conseqüência um pouco menos energia para alcance e impacto.

Entretanto, dependendo do projeto de desmultiplicação da carga, o ponto de menor peso na puxada ( left-off ) pode não ser atingido plenamente já que a puxada não teria sido completa (28" ao invés de 30"). Isso resultaria em um pouco menos de conforto na puxada e nada mais.

Se for usado flechas adequadas em peso e resistência, não deve se comportar como um dry fire.

Ah! Vi na literatura, que alguns arcos permitem uma pequena regulagem do comprimento da puxada e também no peso/potência.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não. E é perigosíssimo atirar com um arco composto que não é adequado para suas medidas.

Os arcos compostos tem o funcionamento baseado no letoff ou, o corte do peso ao se puxar a corda até o ponto de ancoragem (ou parede). Os compostos costumam cortar de 70% a 85% do peso da puxada o que permite o arqueiro concentrar-se na pontaria por mais tempo em relação a um recurvo/tradicional.

Isto foi desenvolvido noa EUA visando facilitar a vida dos caçadores que usam arco.. O cara pode puxar a corda e ficar mirando no alvo até o momento correto do disparo.

Se o arco tem puxada regulada em 30 e você puxa menos do que isso, você não vai chegar no ponto de ancoragem onde o arco vai cortar o peso. Ele só corta o peso quando encosta na parede. Se você puxa menos do que este tamanho, as CAMs (roldanas) não vão girar o curso integral e o efeito do letoff não vai acontecer. Ou seja, você não terá o benefício e a segurança de atirar com o arco no letoff.

Com o arco no letoff e usando um bom gatilho dispardor você controla um arco composto como ele foi fabricado para funcionar.. A libragem destes arcos, em geral, são maiores doque as dos recurvos e se você não puxa da forma correta vai ficar muito mais instável com um tiro muito forte. O risco de acidente é muito maior.

Arcos compostos devem ser regulados exatamente para o seu tamanho de puxada e ao peso que deseja puxar. O ideal é que utilize um arco regulável que vocÊ possa ajustar as CAMs para o tamanho de sua puxada e os parafusos das lâminas para o peso que deseja puxar.

E também tenha cuidado com flechas em arcos compostos que sejam leves demais ou mole demais ( Spine alto ). Já vi histórias de acidentes com flechas mal dimensionadas para o conjunto que está utilizando.

Não me leve a mal por estar apenas vendo  "problemas". Eu não tenho muitos anos de tiro com arco mas aprendi que a segurança não tem preço. E já vi acidentes, disparos não intencionais, e gente que disparou em seco e quebrou o arco. Já vi fotos de flecha encravada na própria mão do arqueiro ( tiro com spine errado ).

Veja se o seu arco tem regulagem de CAMs. Não sei se o arco é muito antigo mais hoje em dia tem arcos bastante reguláveis em termos de  puxada.
Veja se o seu arco tem ajustes de parafuso na base das lâminas para aliviar o peso se necessário.
E o mais importante. Faça a medição de sua puxada. Utilize sempre flechas com o tamanho de sua puxada ou, preferencialmente 1 polegada maior.
E não puxe um arco composto regulado para uma puxada maior que a sua. 

Veja se consegue entender o risco:

Se você tem uma puxada de 28 e vai puxar um arco de 30 Você não vai encontrar a parede a 28. Então vai ficar com a tendência de puxar mais para encontrar a parede a 30 polegadas. Para fazer isso ( puxar mais do que é a sua medida ) as pessoas dobram os braços colocando o corpo no meio fazendo um leve arco. Colocar o corpo mais próximo da flecha é meio caminho para um acidente.

Espero ter ajudado.

 

   

Editado por Henrique Coelho
  • Like 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 23/09/2017 em 20:20, Líbero disse:

Apesar de não ser um especialista, creio que o seu raciocínio está certo! Uma puxada menor resultará em um pouco menos de energia acumulada e por conseqüência um pouco menos energia para alcance e impacto.

Entretanto, dependendo do projeto de desmultiplicação da carga, o ponto de menor peso na puxada ( left-off ) pode não ser atingido plenamente já que a puxada não teria sido completa (28" ao invés de 30"). Isso resultaria em um pouco menos de conforto na puxada e nada mais.

 

LIbero,

Perdoe-me mas suas afirmações estão incorretas:

Arcos compostos não se disparam com a energia total do arco. O arqueiro sente de 15% a 25% da potência do arco. Se não puxar da parede o arqueiro sentirá um peso maior pois o let off não terá cortado o peso da puxada. E desde que a puxada consiga ser feita até o pico de potência, a energia vai ser integral sim.

A segunda frase é está igualmente incorreta ao afirmar que letoff menor apenas causa um desconforto maior e nada mais.
É um insano risco de acidente. Pois você estará trabalhando sem o let-off integral e sem a percepção da parede. Não ter um ponto fixo de ancoragem (parede sólida) retira TODA a precisão do tiro com arco composto. De novo, risco de acertar o que não quer e causar algum dano é bem grande.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
11 horas atrás, Henrique Coelho disse:

LIbero,

Perdoe-me mas suas afirmações estão incorretas:

Arcos compostos não se disparam com a energia total do arco. O arqueiro sente de 15% a 25% da potência do arco. Se não puxar da parede o arqueiro sentirá um peso maior pois o let off não terá cortado o peso da puxada. E desde que a puxada consiga ser feita até o pico de potência, a energia vai ser integral sim.

A segunda frase é está igualmente incorreta ao afirmar que letoff menor apenas causa um desconforto maior e nada mais.
É um insano risco de acidente. Pois você estará trabalhando sem o let-off integral e sem a percepção da parede. Não ter um ponto fixo de ancoragem (parede sólida) retira TODA a precisão do tiro com arco composto. De novo, risco de acertar o que não quer e causar algum dano é bem grande.

 

Está perdoado Henrique! rs rs rs
Agradeço pelas sábias explicações.

  • Upvote 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 25/09/2017 em 09:55, Henrique Coelho disse:

Não. E é perigosíssimo atirar com um arco composto que não é adequado para suas medidas.

Os arcos compostos tem o funcionamento baseado no letoff ou, o corte do peso ao se puxar a corda até o ponto de ancoragem (ou parede). Os compostos costumam cortar de 70% a 85% do peso da puxada o que permite o arqueiro concentrar-se na pontaria por mais tempo em relação a um recurvo/tradicional.

Isto foi desenvolvido noa EUA visando facilitar a vida dos caçadores que usam arco.. O cara pode puxar a corda e ficar mirando no alvo até o momento correto do disparo.

Se o arco tem puxada regulada em 30 e você puxa menos do que isso, você não vai chegar no ponto de ancoragem onde o arco vai cortar o peso. Ele só corta o peso quando encosta na parede. Se você puxa menos do que este tamanho, as CAMs (roldanas) não vão girar o curso integral e o efeito do letoff não vai acontecer. Ou seja, você não terá o benefício e a segurança de atirar com o arco no letoff.

Com o arco no letoff e usando um bom gatilho dispardor você controla um arco composto como ele foi fabricado para funcionar.. A libragem destes arcos, em geral, são maiores doque as dos recurvos e se você não puxa da forma correta vai ficar muito mais instável com um tiro muito forte. O risco de acidente é muito maior.

Arcos compostos devem ser regulados exatamente para o seu tamanho de puxada e ao peso que deseja puxar. O ideal é que utilize um arco regulável que vocÊ possa ajustar as CAMs para o tamanho de sua puxada e os parafusos das lâminas para o peso que deseja puxar.

E também tenha cuidado com flechas em arcos compostos que sejam leves demais ou mole demais ( Spine alto ). Já vi histórias de acidentes com flechas mal dimensionadas para o conjunto que está utilizando.

Não me leve a mal por estar apenas vendo  "problemas". Eu não tenho muitos anos de tiro com arco mas aprendi que a segurança não tem preço. E já vi acidentes, disparos não intencionais, e gente que disparou em seco e quebrou o arco. Já vi fotos de flecha encravada na própria mão do arqueiro ( tiro com spine errado ).

Veja se o seu arco tem regulagem de CAMs. Não sei se o arco é muito antigo mais hoje em dia tem arcos bastante reguláveis em termos de  puxada.
Veja se o seu arco tem ajustes de parafuso na base das lâminas para aliviar o peso se necessário.
E o mais importante. Faça a medição de sua puxada. Utilize sempre flechas com o tamanho de sua puxada ou, preferencialmente 1 polegada maior.
E não puxe um arco composto regulado para uma puxada maior que a sua. 

Veja se consegue entender o risco:

Se você tem uma puxada de 28 e vai puxar um arco de 30 Você não vai encontrar a parede a 28. Então vai ficar com a tendência de puxar mais para encontrar a parede a 30 polegadas. Para fazer isso ( puxar mais do que é a sua medida ) as pessoas dobram os braços colocando o corpo no meio fazendo um leve arco. Colocar o corpo mais próximo da flecha é meio caminho para um acidente.

Espero ter ajudado.

 

   

Libero e Henrique

Muito obrigado pelas respostas!

Eu tenho um PSE composto dos antigos, anos 90  regulado para minha puxada e sei qto é perigoso um arco mal manuseado. Apesar de tê-lo minha experiência é pífia  nesse tipo de arco, minha maior experiência são com os arcos Cheyennes, rsrsrsrsrs .

Eu fiquei realmente em dúvida porque esse arco q eu estava vendo é antigo e resistente, dos bons mas sem nenhuma informação. E eu sei q alguns arcos antigos tem a puxada progressiva inclusive o left off é progressivo, ou desde o inicio ou seja; servem a qualquer puxada; Os arcos Allen Black Hunter, os Jennings que o capitão Kirk usava,  exemplos mais modernos; o Bufallo  Velox, até 31" (mandei uma mensagem mas não obtive resposta) ou o americano Mathews Gênesis que são de até 30” mas qualquer um pode puxar. São progressivos mas não necessitam de ajustes:

Product Description

• Accurate and durable for a lifetime of fun
• Features Progressive Let-Off technology
• Machined 6061-T6 aluminum riser
• Composite split limb design
• Adjustable machined aluminum GenX SoloCam
• Teflon® coated stainless steel cable guard
• Universal draw length (21" to 30") fits virtually everyone
• Draw weight is adjustable from 25 to 40 pounds
• 35-1/2 axle-to-axle
• 7-5/8 brace height
• 3.4 pounds mass weight
• Made in the USA

Então qto sua explicação técnica  da parede está corretíssima, muito bem explicada, vc deu uma aula na explicação mas se aplica apenas a arcos modernos correto? Talvez eu não tenha me expressado direito, o que é que eu estou perdendo? Para eu entender; o que muda  entre os arcos citados por mim e os modernos que vc exemplificou?

Um grande abraço!

 

Editado por NFilho

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Esqueça está informação de progressiva let off. Isso é bla bla bla da PSE.

 

O que te interessa são duas informações:

Draw Length que neste seu arco vai de 21 a 30 polegadas
E Draw weight que é o peso da puxada.

O seu arco é Solocam portanto ele tem uma CAM ajustável de um lado é uma roldana simples do outro.

Em geral a CAM tem furos nomeados por letras e cada furo aumementa o tamanho das puxada em 0,5 polegada.

Você tem que retirar o parafuso que deve estar na última letra e colocar no furo correspondente ao tamanho da sua puxada.
Tem que ver no manual ou procurar na internet se você precisa de bowpress para ajustar.

O outro parâmetro importante é o Draw weight (peso ou "potência" do arco). Voce regula com parafusos allen que ficam nas limbs(lâminas). Quando totalmente apertados (os dois, um de cada braço do arco) eles conferem a potência máxima do arco.

Para diminuir o peso da puxada basta afrouxar estes parafusos com o cuidado de afrouxar exatamente igual nos 2 braços. Em geral os arcos tem parafusos que permitem 4 a 8 voltas completas de ajuste. Qual é o limite do ajuste? Você vai ver que o parafuso aparece embaixo da limb. Afrouxe no máximo até que a ponta dele fique pra fora 1mm.

Se entrar pra dentro do furo você perde a noção de quantas voltas ainda tem e pode acabar desmontando o arco na tensão do disparo. Cuidado!

Calcule a sua puxada ( tamanho ponta a ponta dos dedos médios com os braços abertos / 2 / 2,54 )
Arredonde o resultado sempre pra baixo. Exemplo

Se der 27,4 considere 27
Se der 27,8 considere 27,5 se o arco tiver esta regulagem se não vá de 27 também.

E no peso certifique-se que o ajuste está igual para ambos os lados.
Se sua puxada medir 27 use flechas com pelo menos 28 polegadas.

Como seu arco é até 40 libras. Use flechas com spine alto. Ele vai vem bem com flechas mais leves. Querendo flechas de carbono razoáveis e baratas compre com o Fernando Sencadas ( FS Archery ). Acho que custa uns 20,00 cada Flecha montada e cortada pro seu tamanho.

 

Editado por Henrique Coelho
  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Todo arco composto é igual. Não há diferenças mecânicas no funcionamento dos compostos. O que muda são as CAMs. Ter 2 ou 1 CAM, ou nenhuma como no meu HTR. Mudam também materiais, desenho do riser etc.

Mas o funcionamento do Composto é o mesmo nos últimos 30 anos.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Qual é o arco? PSE Stinger? Bow Madness? Gen-X Lr8, Cuda, Dawn ?

Se for um Gen X ( LR8, Cuda ou Dawn ). Não precisa de bow press pra ajustar. Os furos da CAM são de 1 em 1 polegada.
O let off progressivo significa, nestes arcos, que dependendo do tamanho da puxada, o let-off é diferente. Isto já não se usa mais.
Por exemplo. Se regular com 27 de puxada o arco vai ter 53% de let off. Se regular com 30 de puxada ele vai ter 62% de le off.

Hoje os arcos tem let off fixo em qualquer regulagem de puxada e, em geral, são acima de 75%.

Editado por Henrique Coelho
Inclusão de informação adicional.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Henrique explicou bem sobre os compostos.

Também não recomendaria fazer isso que pretende. No meu ponto de vista não tem cabimento fazer isso, e mais importante, dar "brecha" para algum acidente.

Usar um composto fora de suas medidas, estará deixando de lado toda a tecnologia fornecida para tentar obter a "máxima precisão".

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Henrique,

Muito obrigado! Eu compreendi tudo o que vc disse mas na verdade creio q vc não entendeu o que eu disse, rsrsrsrsrs...de qualquer maneira eu descobri a resposta que eu procurava em um site gringo; alguns arcos (antigos e modernos baseados em antigos) por ter as cams  não excêntricas tem a puxada aliviada, pura e simplesmente baseada na física de Arquimedes (vide Bufalo Velox nosso representante) Esses arcos mais antigos, vc puxa e obtém o alivio desde o inicio...eles não exigem uma puxada de tamanho especifico, não tem final, se adaptam a qualquer comprimento; se vc puxa menos perde um pouco de energia e só. Os arcos que tem as cams com desenhos completam o  left -off na parede como vc bem disse, esses sim precisam de uma puxada do comprimento do arqueiro, mas esses outros que eu estou falando, tem o alivio por roldana simples e não no desenho da cam.

Falei com o sr. dono da Veloz e ele me explicou que é assim mesmo, o arco dele vai até 31" não tem que ajustar tamanho por causa do sistema adotado, a roldana não excêntrica não precisa chegar na parede para haver o alivio. Ele é de aliviado a partir da puxada pelo sistema de roldanas.

Achei uma discussão legal  aqui nesse link: http://www.arcobrasil.com/t14204p60-mathews-no-cam

Mas  beleza, eu não vou comprar mais aquele arco, vou ficar com meu PSE antigo com left-off de 65% e comprarei um mais  leve num futuro próximo.

Valeu e um grande abraço!

allen bow3.JPG

Editado por NFilho

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Beleza.

As descrições em inglês que você colocou primeiro (Product Description) são de um arco moderno que usa s GEN X CAMs.  
Estes Allen mais antigos não tem nem Progressive Let off. São bem mais rudimentares mesmo.

Eu tenho um Matthews NoCam que é moderno e é dito não ter CAMs ( Vendem como No Cam ) mas ele, na verdade, possui CAMs não excêntricas. É supermoderno. E bom pacas. 

b6fc0424a7bd16ae2994601d046f5074.jpg

Se você curte arcos compostos eu te recomendaria os multiajustáveis como o PSE Stinger X, Mission Riot 2, Bear Cruzer e outros do gênero.
são arcos de entrada bem mais baratos, vendem em geral já todo equipados. E dá até pra comprar pelo Ebay.

 

Editado por Henrique Coelho

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Henrique,

eu tenho um PSE Citation, um arco de 1997 ajustável de  qualidade excelente, antigo, robusto e durável; ganhou muito campeonato americano em sua época...Porém para trocar a a corda, tem que ser fabricada e usado a prensa q eu não tenho. Não pretendo me desfazer porque ele realmente é muito bom e feito para durar muito tempo, praticamente inquebrável, mas agora chegou a hora da troca corda e começa aquela "viração de lâmpada", tenho eu mesmo que fazer e dependo de outros para trocar, enquanto isso não acontece eu fico parado. Eu  gosto de independência, menos trabalho e mais diversão, trabalhei muito fazendo e arrumando coisas, queria mais curti-las as do que faze-las.

Sempre atirei com recurvo, de fácil manutenção e mais amigável, mas o composto é mais  hardcore e muito bom de atirar, por outro lado tem esse enchimento de saco com as cordas.

Estava querendo um arco mais fácil de ajustar, facilidade na troca corda e que tivesse alguma durabilidade como o Citation... Tinha até pensado no Bufalo mas eu li algumas coisas desanimei um pouco.

Eu tô vendo ai se encontro um composto de potencia em torno de 45-70lb,  qualidade boa e com manutenção mais amigável para não ter que passar esse parto das trocas de corda...

Abraços!

 

Editado por NFilho

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O duro é que composto é um tipo de tecnologia que requer necessariamente bowpress para por e retirar as cordas já que elas ficam sob pressão das lâminas.

Eu não conheço composto que não precise de bow press pra nada. O que tem é jeitinho.

Por exemplo. Nesta categoria de compostos multiajustáveis ded 15 a 70 libras o que o pessoal faz é o "Bow pé..."

Você diminui o peso do arco para o mínimo possível.

Pega uma chave de fenda ou uma chave allen grande. Faça o seguinte:

Senta num sofá e coloque um pé (no meio do pé, não na ponta) na corda ali junto do D-Loop.
Segure o arco com as duas mãos e empurre o pé esticando a perna como se fosse armar o arco. Estique a perna até o arco chegar na parede.

Segure o arco com uma mão e com a outra coloque a chave de fenda ou uma chave allen grande dentro da CAM. Vá voltando o pé devagar. A CAM vai girar e vai prender a chave allen junto a lâmina. 

Pronto, sem rodar de volta, as cordas afrouxam e você pode retirar as cordas e os cabos.

Depois que colocar cordas e cabos novos, estica com pé de novo e tira a chave. Vai voltando a corda devagar até dar pressão nas lâminas.

Tem videos no Youtube explicando.

O Antônio Amaral que acessa aqui o CA é autoridade no assunto.

Veja ele ajustando um Bear Cruzer com o pé com a técnica que falei.

DSCN0810.jpg

A chave entra no espaço da CAM. Coloque ela de forma que ao rodar de volta ela fique presa entre a lâmina e um dos braços da CAM.

MK2_0793.jpg

 

Eu já ajustei o meu assim algumas vezes pra trocar peep e mexer no D-loop.
Mas depois eu comprei um bowpress da SYNUNM. Feito na argentina. São umas garras e um sistema de roldanas.
Você prende as garras nas laminas e puxa uma corda pela roldana. E ele aperta o arco. É show de bola.
Vende em lojas americanas e no Ebay.
 

 

 

Editado por Henrique Coelho
  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Grande, Henrique!

Obrigado pelas informações, fotos e vídeo, foram bastante instrutivas.

Este dispositivo a primeira vista  é relativamente fácil de fazer , talvez com uma "catraca amarra carga", não sei,  darei uma estudada nele. Duro é pagar com imposto quase 1400 temers em algo relativamente simples. Mas estudarei não parece difícil construir

Eu tenho tudo em minha oficina para construir uma  bowpress,  o que eu não tive muito foi tempo e nenhuma para copiar....o jig de cordas por exemplo, eu  consegui fazer assim que  vi um, inclusive  vou fazer  para um amigo que me pediu assim que sobrar um tempo.

Vou estudar isso com mais calma, estou me concentrando em um arco no momento para poder atirar logo novamente... vi tantos arcos no ebay, tantas marcas diferentes que fica difícil até escolher, pois as diferenças de preço são muitas.

Meu PSE não tem  plástico, cams de alumínio virtualmente inquebrável, esses modernos eu já não tenho tanta certeza do da durabilidade, sei lá parecem frageis, e são tantas opções...

Mas te agradeço muito por enquanto pelas informações!

Abraços!

Editado por NFilho

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites



jig de cordas por exemplo, eu  consegui fazer assim que  vi um, inclusive  vou fazer  para um amigo que me pediu assim que sobrar um tempo.


Esse jig de cordas é o que faz a corda do arco com os acabamentos todos (serving, loops)?
Como você construirá? madeira, aço, roletes de plástico, etc?

Valeu!

Enviado de meu XT1069 usando Tapatalk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, BrunoM disse:


 

 


Esse jig de cordas é o que faz a corda do arco com os acabamentos todos (serving, loops)?
Como você construirá? madeira, aço, roletes de plástico, etc?

Valeu!

Enviado de meu XT1069 usando Tapatalk
 

Oi Bruno,

É  pra fazer a corda toda, eu trabalho com Serralheria Industrial/ metal mecânica, tenho como construir de qualquer material, aço, madeira, alumínio... Mas esse que farei pro meu amigo será de aço mesmo, demanda menos tempo,  fica mais profissional e durável. Tô com muito  trabalho,  assim que der vou ver se faço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

























Carabinasdear

Carabinasdear

Carabinasdear

Carabinasdear

Carabinasdear

Carabinasdear

Carabinasdear

Carabinasdear

Carabinasdear

Carabinasdear

Carabinasdear



×