Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

ANUNCIANTES

Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada

Orlando

CA Gold
  • Total de itens

    100
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1
  • País

    Brasil

Orlando venceu a última vez em Dezembro 8 2018

Orlando had the most liked content!

Reputação

13 Bom

1 Seguidor

Sobre Orlando

  • Rank
    Atirador Avançado
  • Data de Nascimento 25-05-1957
  • Age 61

Métodos de Contato

  • MSN
    olobosquejr@hotmail.com
  • Skype
    olobosquejr@hotmail.com
  • Age 61

Informações do Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • Sua Localidade
    Santa Rita do Sapucaí / MG
  • Interesses
    Carabinas de pressão
  • Age 61

Últimos Visitantes

251 visualizações
  1. Boa sorte na compra das peças, mostre o antes e o depois da reforma pra ficar registrado. Abraço
  2. Veja o tópico "La Joya" para ter uma ideia.
  3. No ML estão vendendo massa de mira cópias feitas em impressoras 3D por 79 reais, quanto a alça você pode usar a da Gamo Delta à venda na Mundo da Carabina, mesmo modelo que instalei na minha.
  4. Boa tarde Gemiliano, até onde sei você não vai encontrar no mercado esses itens originais. Você poderá usar originais da Gamo de modelos que servem na G300/68/Taurus, ou adptar outros modelos existentes no mercado, vai depender de quanto está disposto a gastar
  5. Boa tarde Daniel, qual o valor da carabina? Dependendo tenho interesse em comprar .

  6. Boa noite João, excelente trabalho, outra dica, caso fique difícil o enquadramento da alça com a massa pela questão da altura maior da massa, troque o parafuso de regulagem da verticalidade por um mais longo. Abraço
  7. Esses são os códigos dos gás ram da Elite para as Gamos 68, FNA 7439 de 45 kg e FNA 7452 de 55 kg.
  8. Tá ficando muito boa, o oil tru é bem fácil de trabalhar e dá um belo acabamento👍
  9. Ia esquecendo da sua pergunta a respeito do gás ram, tenho instalado na minha G 68 um kit da Elite de 55 kg, ela fica muito trancuda, coloquei um calço de PU de 5 mm x 2,5 cm para amortecimento entre o centralizador do corpo do GR e a culatra, melhorou bastante. Já o de 45 kg que instalei invertido, na das fotos, ele ficou mais fraco do que a mola original recuperada, mas sem tranco.
  10. bom dia João, obrigado, há duas observações a serem levadas em conta, no meu caso utilizei a massa original que veio nela para instalá-la na G 300 que tinha sua massa detonada, então como a G 68 era para venda comprei a massa da CBC, ela serve no diâmetro do cano mas fica um pouco mais alta relação a original, já no seu caso eu ficaria com as da gamo, vai ficar mais caro, mas vale a pena pelo trabalho que está fazendo e pelo fato de você ter ganho acho que não a venderá! Segue uns sites para você pesquisar: -https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1130130709-base-da-massa-de-mira-original-gamo-bigcat-deltamax-e-socom-_JM; https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-893612695-conj-massa-tunel-de-mira-gamo-original-_JM; https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1129678875-base-da-massa-de-mira-original-gamo-hunter-igt-e-shadow-igt-_JM; https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-940956860-alca-de-mira-carabina-delta-gamo-_JM; https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1161128546-alca-de-mira-gamo-original-delta-fox-_JM. Segue foto do trabalho do Paulo Martins que eu tinha salvo.
  11. Boa noite João, ficou muito boa a oxidação com a pasta, quando fiz minha primeira reforma usei o Super Blue, isso em 2017 numa Gamo 68 que tinha comprado no ML, era do Rio de Janeiro e que já foi vendida. Ela estava com muita oxidação na parte metálica externa, tinha a alça de mira quebrada, a graduação de lateralidade estava destruída. Assim como a sua, somente a cabeça do parafuso e que também estava torto, quanto a massa de mira ela não tinha o poste. Sua coronha estava fixada com dois parafusos de rosca soberba, passando de um lado ao outro, devido a quebra do alojamento interno, e presa com uma fita adesiva verde. Havia muitas marcas também no plástico que compunha coronha/grip pistol/telha. Para a fixação das duas metades da coronha à sua estrutura, abri os furos que foram feitos em seu lado esquerdo com broca de madeira, o suficiente para alojar a cabeça dos parafusos. Foi reforçado com durepoxi o que restou dos pinos internos onde os parafusos originais eram fixados, isso foi feito nos quatro existentes, dois em cada metade. A fixação das duas metades à estrutura, foi feita com a utilização de duas porcas longas, torneadas com a forma de um cilindro, para que as mesas fossem alojadas nas perfurações existentes na estrutura, utilizando-se quatro parafusos de encontro, dois de cada lado. Desmontei-a por completo, submeti seu cano/biela e cilindro a um banho por eletrólise, que depois de bem lavado sofreu um polimento manual até alcançar um espelhamento. Fiz também o polimento do cilindro internamente assim como o transferport. Tomando o cuidado de não tocar na coroa. A parte plástica foi recuperada com lixamento das imperfeições com lixa de ferro 320 e 400, também tomando o cuidado de não aprofundar muito, evitando assim a eliminação da imitação do que seria os veios da madeira. Finalizando com aplicação de WD40 e polimento com um pano. A soleira apresentava algumas rachaduras, pequenas, mas que poderiam aumentar com o tempo, elas foram coladas com cola instantânea e lixadas com lixa de ferro 320. Para o acabamento pintei com aquela proteção para carroceria, batida de pedra, na cor preta, depois com uma lixada de leve, acho que com lixa 400, ela com aparência de borracha nova. A estrutura de alumínio da coronha/grip pistol/telha foi bem lavada e desengordurada, sendo pintada com batidas de pincel na cor preta fosco, mantendo assim a aparência original, que é rugosa. Essa carabina não apresenta seu número de série como a grande maioria em seu bloco ou cano, e sim na parte superior esquerda da estrutura da coronha. Como disse acima a oxidação foi feita a frio com Super Blue, essa técnica foi preterida após ver vários vídeos e ler muito sobre as várias maneiras de se oxidar metais, e por ter limitação com equipamentos em mãos. Tudo foi executado como o preconizado para esse tipo de tratamento, mas achei o resultado satisfatório, a cor não ficou negra e sim um cinza bem escuro, assim com sua densidade, apresentando uma certa "transparência", mas cumpriu com o objetivo, que é a preservação do metal. Partes tratadas, cilindro, cano com biela e a parte metálica da alça de mira. Todos os parafusos foram recuperados, exceto os da coronha que foram comprados, e tratados com a oxidação aquecendo o metal e submergindo em seguida em óleo. Partes substituídas, massa de mira (CBC B12), o'ring do bloco (Rossi Dione), gás ram e bucha (Kit Elite 45 kg Gamo 68). Na montagem das peças foi utilizado pasta G na bucha e na articulação do cano, trinquete, sistema de gatilho o utilizado foi graxa de lítio. Abaixo fotos do antes, o processo (foto da eletrólise feita no cilindro, cano/biela da G 300 e conserto da alça de mira da G 300) e o depois.
  12. Excelente vídeo explicativo, faz jus a +1
×