Ir para conteúdo

ANUNCIANTES

Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada

MarcosP

Membros
  • Total de itens

    32
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    2
  • País

    Brasil

MarcosP venceu a última vez em Agosto 20 2017

MarcosP had the most liked content!

Reputação

10 Bom

1 Seguidor

Sobre MarcosP

  • Rank
    Novato
  • Data de Nascimento 04-06-1950
  • Age 67

Informações do Perfil

  • Sexo
    Male
  • Sua Localidade
    São Paulo / SP
  • Age 67

Últimos Visitantes

60 visualizações
  1. que luneta devo usar pra carabina forte

    Se quiser manter a potencia, antes de pensar em qual luneta, considere os 'mounts' que diminuem os recuos, etc. Existem 2 tipos de mounts para este fim. Bullseye ZR da Diana e DM 60 da SportsMatch. Com o ZR, baseado num engenhoso funcionamento, a Diana afirma que ele reduz a (quase) zero o recuo (principal), mas não prova que isto ocorre. Porém, existe um atirador muito sério (e profissional) nos EUA que afirma que já testou bastante, e, sim, o ZR funciona. Se efetivamente funciona, os recuos na luneta seriam pequenos, e isso permitiria usar as lunetas mais simples e baratas. Dois problemas práticos do ZR : a) a altura entre o corpo e os rings é pequena e não serve para qualquer luneta; se precisar, teria que calçar os 2 rings e/ou tirar um pouco da base do mount; b) ele vem com uma inclinação fixa (para cima) para compensar canos com desvios para baixo (comum em rifles 'Diana'); para usá-los em rifles sem este desvio, e não "abusar" do ajuste vertical da luneta, você teria que entortar o cano para baixo.. (não é um grande problema, mas tem gente que nunca faria isso). Neste último caso, você tem a opção de acreditar MUITO no ZR, não entortar o cano e tentar ajustar o que for preciso na torre vertical. Com o DM 60 (que não tem inclinação), por ter amortecedores de borracha (O-rings), obviamente ocorre 'alguma' redução de recuo. Consultado, o fabricante não sabe 'quanto', e também não está interessado em tentar medir.. De qualquer forma, usando um destes mounts seria uma forma de TENTAR aumentar o período de confiabilidade de qualquer luneta (não quebrando - e - retendo regulagem). Sem estes mounts, só TENTANDO com lunetas mais resistentes, e mais caras. Também não é recomendável, porque elas são importadas e você não terá uma garantia do fabricante que seja útil no Brasil.
  2. Sou relativamente novo no forum e só vi este tópico hoje. Em 2012, estava aborrecido por ter de trocar molas de aço quebradas entre "2 e 4" mil tiros na minha primeira Gamo Whisper 5.5mm. Tinha lido no site da Elite que gas ram durava "100" mil tiros. Com 50 kg em falta na então autorizada Alterama, esta me indicou que usasse o 45kg que ela tinha. Meses depois, comprei minha segunda Gamo Whisper 5.5 mm na Dispropil e pedi que já viesse com o gas ram Elite 50 kg. No cronógrafo, apresentou cerca de "670" fps para HN FTT. Cerca de 18 meses depois e aproximadamente "10" mil tiros estimados, houve uma queda para "630" fps com FTT. Com buchas boas, a única causa seria o vazamento.. Contatei a Dispropil. Por ter passado mais de 1 ano, não podia dar automaticamente a garantia, e me indicou que contatasse a Elite. Elite: "Mais de 1 ano? Não tem garantia!". (fim de papo) A Dispropil ficou tão constrangida que me vendeu uma outra gas ram Elite 50kg, segundo eles, "a preço de custo". Querendo entender o ocorrido, enviei emails para a Elite e a FNA (que fabrica os gas ram para a Elite) perguntando quantos ciclos eles testavam no controle de qualidade. Nenhuma resposta. Ou seja, para mim acabou ali a confiança na empresa Elite, e sobrou o alerta ÓBVIO - "alta qualidade.., "100" mil tiros..", mas apenas 1 ano de garantia !!?? Então tá.. Parei de me dar ao trabalho de registrar os tiros com gas ram da Elite. PS - em 2013, acabei migrando meu foco para a Diana 350 5.5 mm, e as 2 Gamo com gas ram Elite passaram a ser para tiros "esporádicos"..
  3. Acho que vc vai gostar do seu primeiro rifle. Quando chegar, tem que comprar chaves de fenda que se ajustem muito bem nas fendas dos parafusos; se ficar meio frouxa, acaba estragando a fenda. Enquanto isso, você já pode ir se divertindo e aprendendo a não cair na primeira cilada básica ..
  4. Isabel, algumas informações gerais e simplificadas para lhe passar umas ideias; mesmo repetindo algumas coisas que já foram ditas. Estamos falando do tipo de rifle que tem um pistão para comprimir o ar e "empurrar" o chumbinho através do cano. Quando vc "arma" o rifle, pode estar comprimindo 2 tipos de mola. Mola de aço helicoidal ou gas ram (como se fosse um amortecedor destes que seguram aberta a tampa do porta malas de carros). Quando vc puxa o gatilho, sente um "leve" recuo do rifle para trás, a mola de aço distende e vai impulsionando o pistão; durante esta distensão ela produz vibrações que vão influir no equilíbrio do rifle e na sua pontaria. Ao final do curso do pistão, quando o chumbinho já esta se deslocando, haverá um certo "tranco" empurrando o rifle para a frente. De tanto armar e desarmar, vc provoca 'fadiga de material' no arame da mola, e ela acaba quebrando depois de "alguns" mil tiros (depende da mola e alguns fatores). No caso gas ram, o amortecedor é cheio de nitrogênio e não existe a tal fadiga de material (aço do arame). Uma "mola" gas ram dura "algumas" vezes mais que uma de aço. Quando vc puxa o gatilho, não existem vibrações até o tal "tranco" final. Às vezes o atirador quer ter potência mais alta, por exemplo para "detonar" latas, garrafas com água, etc. Porém, antes de mais nada o que vc quer é ter boa pontaria e precisão para acertar onde está mirando; não adianta ter potência se vc não consegue boa pontaria.. Nos rifles de pistão, uma coisa que TODOS concordamos é que quando vc aumenta "um pouco" a potência, vc também aumenta MUITO a dificuldade para ter precisão (MUITO mais difícil de administrar os trancos/recuos da arma durante o tiro). Então, num rifle de pistão, quando o que te interessa é precisão, pense sempre em um rifle de baixa potência (também mais fácil de armar). Como vc já sabe, existem certos modelos de rifle de mola de aço que vc pode substituir por gas ram. A mola de aço do caso tem uma potência "X". PORÉM, os gas ram que podem substituir têm potências variáveis. Na hora de escolher a potência do gas ram que vai substituir, você pode escolher um de potência MENOR que aquele "X", exatamente para facilitar as coisas = menor força para armar e maior facilidade de ter precisão. Em outras palavras, se vc estava achando importante o "peso leve" da arma, para um rifle de pistão, considere a "potência leve" tão ou mais importante para a sua precisão (apoiada ou não). Não tenho experiência com rifles de baixa potência, mas foram dadas sugestões de "30"ou "35" kg para a potência do gas ram. Bem, no fundo, o que acho é que vc não deve se precipitar. Vai perguntando para entender melhor. TODOS nós também passamos por essa fase inicial de não saber..
  5. Isabel, não consegui editar a mensagem e lá vai um complemento. Se eu fosse você, e pensando em COMEÇAR a atirar apenas com apoio, eu tentaria achar um apoio prático e barato que vc goste(tipo tripé bem simples de câmera). Já munida do seu apoio, você poderia começar a praticar com uma carabina emprestada. Ou, se não dá pra pedir emprestado tanto quanto vc quer, e existe a limitação de valor, poderia dar uma olhada em rifles usados. Além deste seu amigo para lhe dar uma assessorada direta por aí, nós aqui sempre iremos tentar ajudá-la. Além de usar um apoio, eu costumo por o rifle em cima da palma da minha mão (bem relaxada..), e acho algo macio para ficar entre as costas da mão e o apoio. Pedaço de espuma, luva fofa na mão de apoio, ..
  6. Olá Isabel. Mesmo apoiado, existem outras variáveis para conhecer e .. 'a dominar'. É uma coleção de desafios, além da estabilidade do atirador quando sem apoio. Por exemplo, como empunhar a arma, como colocar no apoio.., como respirar, como puxar o gatilho (momento super crítico..), escolher o chumbinho que vai melhor na sua arma; experimentar atirar em várias distâncias. Uma arma de ar comprimido também tem algumas peças que desgastam naturalmente, e você também vai ter de aprender sobre as necessidades de manutenção. Ainda, se um dia pretender atirar com uma luneta, vai ser um novo capítulo com vários outros desafios. Eu não sou cadeirante, e já estou há uns 6 anos tentando... Simplesmente prefiro atirar apoiado, seja com arma leve ou pesada. Normalmente eu apoio em bancada, e às vezes aproveito um tripé para câmera fotográfica. Existem apoios telescópicos, leves e práticos para carregar junto, específicos para atirar; monopé, bipé, tripé. Se quiser dar uma pesquisada, 'shooting sticks' no Google. Um enorme desafio sempre presente - conseguir ter consistência. Com aquele equipamento, chumbinho tal, distância, etc., você deu alguns ótimos tiros. Será que é capaz de manter? Hmmmmmm, por que será que não estaria conseguindo...? Ou seja, o mundo do tiro apoiado já me traz MUITOS desafios, e muita diversão. Ok, não precisa ter um trambolho muito pesado, mas, dentre as várias características de um rifle, também não acho que você deve começar com TANTA limitação de peso. Cá entre nós, quando você é apanhado nesta atividade, e começa a aprender TUDO que rola para conseguir bons tiros, dificilmente fica apenas com sua primeira (e única) arma.. Assim, para facilitar sua escolha, talvez você possa começar atirando apenas apoiada, e, quem sabe.., quando já estiver dominando a precisão consistente (!?), e entediada com a facilidade.., então você possa voltar a pensar numa bem leve para atirar sem apoio. Se e quando isso acontecesse, você estaria MUITO mais experiente e melhor preparada para analisar as demais características que vêm junto com a 'leveza'..
  7. Luneta Hawke 4x32 vantage?

    Genericamente.., e na minha opinião, lunetas 4x32 são modelos mais simples e não muito resistentes a recuos de armas com pistão. Se tiver um dampa mount, tipo DM60, 'alguma' proteção sempre tem e a luneta deve ganhar vida extra (quanto?). Supostamente, com um mount Diana Bullseye ZR, as lunetas estariam MUITO protegidas; na prática, a constatar. Então, quando a questão é 'resistência de lunetas', na prática, talvez a 1a característica a verificar e comparar seja uma efetiva garantia do fornecedor/fabricante para a sua localização. Não aguentou, deve ser fácil de trocar. Se quer depender menos de mounts e garantia, o jeito é tentar achar modelos de lunetas "maiores" e mais resistentes (por experiência real de atiradores confiáveis). A partir da sobrevivência.., se tiver retículo mil dot, as divisões nas linhas vão propiciar um referencial para eventuais compensações de altura e/ou lateral. Muito mais útil do que retículo "liso" sem divisões. Depois, vc deve analisar se tem objetiva ajustável (AO) para minimizar parallax. Sempre é melhor que tenha, e que o ajuste seja possível a partir de uns 10 m.
  8. Então as Hatsan Magnum não agrupam? 2 - A Missão 25M

    A legislação é complicada e minha experiência é pequena. Mas, se tiverem dúvidas específicas, favor me mandar por PM.
  9. Então as Hatsan Magnum não agrupam? 2 - A Missão 25M

    Faço o processo completo pessoalmente; ralei MUITO, mas aprendi. Leva uns 3 ou 4 meses.
  10. Então as Hatsan Magnum não agrupam? 2 - A Missão 25M

    Eu tenho CR, costumo requerer o CII e importar diretamente para meu uso pessoal.
  11. Então as Hatsan Magnum não agrupam? 2 - A Missão 25M

    Apenas como informação, eu acabei importando duas Diamondback. A surpresa é que a segunda veio com a linha do retículo mais fina. Para mim não chega a ser um problema, mas é muito estranho. Mandei 3 emails para a Vortex, para dois setores e pessoas diferentes, basicamente perguntando: - por que esta diferença nos retículos do mesmo modelo? Se o Diamondback foi descontinuado e em caso de se/quando ocorrer uma reposição em garantia, qual seria o modelo para substituir o Diamondback? Não recebi qualquer resposta da Vortex.. Por outro lado, no fórum GTA foi recomendada (por um atirador MUITO técnico) uma outra luneta que teria as qualidades para resistir a recuos - Sightron SIH 4-12X40 AO Para a gente atualizar a lista de desejos..
  12. Da importancia de ter um local para atirar

    Em Perus, e relativamente próximo da cidade de São Paulo, existe o Clube de Tiro Piratininga. Sou sócio há 6 anos e a convivência entre armas de fogo e ar comprimido é tranquila. São 20 boxes, alvos suspensos/pendurados até 20+ metros, e fixos a 25 e 50m; documentação só é exigida para armas de fogo. http://www.piratiningadetiro.org.br/
  13. Luneta Gamo 4x32 x Hatsan 95 , durabilidade

    Por causa da legislação ser bem mais simples com as 4x32, perdi muito tempo tentando "viabilizar" estes modelos com as marcas Gamo, Nikko Stirling (Mountmaster e Gold Crown) e Hawke (Sport). Tanto com uma Gamo Whisper X com gás ram 50 kg (~ 15 fpe/20 j), como com uma Diana 350 (~ 22 fpe/30 j). Cheguei a tentar com DM60 e Bullseye ZR (1a geração), mas as 4x32 não atenderam a - consistência; alguns grupos bons, mas necessidades constantes de regular novamente, além de alternância com grupos ruins. Sempre aprendendo.., minha atual 'conclusão' é que, talvez a partir de uns "20 j", é fundamental usar modelos "superiores" aos 4x32.
  14. ESTANDE DE TIRO EM SÃO PAULO

    Uma outra alternativa é o Piratininga. Para ar comprimido, com ou sem luneta, sem problemas de precisar CR. http://www.piratiningadetiro.org.br/
  15. conserto de lunetas

    Pois é.. Fiquei muito animado quando descobri o oásis.. Liguei pra lá em Nov/16 e falei com o Sr. Glaubi, supostamente o entendido em lunetas; a conversa foi muito bem, até ele me dizer para enviar junto a Guia de Tráfego..!?!? Nunca ouvi falar em GT de luneta, a não ser aquelas com curtíssima validade pós desembaraço alfandegário. Talvez eles explorem um nicho de moscas brancas.., a ser melhor entendido, mas, eu desanimei e não me aprofundei.
×