Jump to content

ANUNCIANTES

Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada Imagem Postada

MATTHEW QUIGLEY

CA Gold
  • Content Count

    5,239
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    95
  • Country

    Brazil

MATTHEW QUIGLEY last won the day on May 8

MATTHEW QUIGLEY had the most liked content!

Community Reputation

994 Master Gold

About MATTHEW QUIGLEY

  • Rank
    Aprendiz
  • Birthday 05/14/1918
  • Age 101

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Sua Localidade
    : Chapadão da Babilônia.
  • Interesses
    armas
  • Age 101

Recent Profile Visitors

3,486 profile views
  1. Compadi Mazinho, tomém tô no rastro há jogos, ah... aqueles narigões ...empolguei e...apaguei. Aí sonhei. Com a Ingrid Bergman. C. M.Q. PS: Tem gente que gosta do Advíncula...do ...Peru.
  2. http://tiroesportivonamosca.blogspot.com/2011/10/consideracoes-sobre-chumbos.html Na Mosca Autoria: PEDRO ASHIDANI domingo, 2 de outubro de 2011 Considerações sobre chumbos Um fator bastante negligenciado pelos atiradores é a qualidade dos projéteis. O vídeo a seguir mostra a diferença de comportamento entre projéteis de diferentes qualidades. http://smg.photobucket.com/albums/v392/Kyogle/?action=view&current=Videos.mp4 Utilizo basicamente os seguintes grupos de projéteis: Domed – seu formato aerodinâmico permite tiros precisos em distâncias acima de 20m. Hollow Point – este projétil tem maior poder de destruição, pois sua ponta expande no impacto. Wadcutter – Utilizado em competições de alvos de papel a 10m, pois produzem um corte bem definido devido a sua ponta plana. Pointed – projéteis com maior poder de penetração. Existem diferentes fabricantes, com diferentes processos de fabricação e seleção, o que determina diferentes custos para nós atiradores. Não adianta termos preferencia pelo modelo A ou B, pois quem determina qual projétil terá melhor desempenho é a arma. Tem-se à disposição opções de R$5,00 por lata de 250chumbos a R$120,00 por lata de 500chumbos. E infelizmente as carabinas são enjoadas. As armas na maioria das vezes escolhem os chumbos mais caros. Durante a prática, percebi que existem diferenças mesmo entre os projéteis de mesmo modelo/fabricante. Diferenças nos processos de fabricação e processos de controle de qualidade produzem projéteis com diferentes características de forma e massa. Alguns com massa maior outros com diâmetro maior e alguns até com irregularidades no formato. Aprendi com outros atiradores algumas práticas que ajudam a contornar estas diferenças e consequentemente melhorar a precisão. São elas: Preparação(lavar e lubrificar) Seleção(visual, massa e diâmetro) Padronização Fiz alguns testes com três tipos de projéteis: Rifle Crosman Premier 10.5 grains JSB Exact Heavy 10.3 grains A metodologia foi ir executando as práticas e testar o efeito que ela produz na precisão. Inicialmente fez-se um agrupamento de 10 tiros de controle, depois foi feito a padronização de diâmetro, depois foi feita a lavagem, lubrificação e por último a pesagem. A distância entre o alvo a arma foi de 25 metros e a carabina utilizada foi a Steyr LG110 FT que é uma carabina PCP regulada, o que permite bastante uniformidade nos tiros. A carabina foi apoiada em sandbag e o atirador estava na posição sentado. O dispositivo de mira foi uma luneta leapers. Padronização Fiz este procedimento antes da lavagem pois ele retira do projétil os excessos que resultam em detritos de chumbo. Utilizei um dispositivo de padronização do chumbo cuja idéia é reduzir os chumbos para um diâmetro padrão. Este dispositivo não funciona se o projétil tiver um diâmetro menor. Chumbos gamo Hunter e gamo pró Magnum não apresentaram benefícios ao serem padronizados. Figura 1 - Chumbo rifle antes da padronização. Figura 2 - Chumbo rifle após padronização. As figuras 1 e 2 mostram o efeito da padronização do projétil. O padronizador trata-se de um tubo cônico, onde o diâmetro menor tem 4.5mm e o projétil é colocado no tubo pela extremidade de diâmetro maior. Um pino força a passagem do chumbo pelo orifício do tubo tornando o diâmetro do chumbo padronizado. Figura 3 - Padronizador e pino. Figura 4 - Padronizador com pino inserido. Figura 5 - Orifício do padronizador Figura 6 - Parte Inferior do padronizador com o pino inserido. Medida da Massa Para medir a massa é necessária uma balança de precisão de 0.001grama ou 0.01grains (1grain=0.065g). Na figura 7 tem-se um chumbo cuja medida fornecida pela balança foi de 7.80grains. Figura 7 - Balança de precisão. Resultados Os resultados obtidos com um chumbo Rifle 4.5mm que é de baixo custo foram muito bons. Figura 8 - Chumbo rifle agrupamento de controle 10 tiros. A figura 8 mostra um agrupamento de 10 tiros com projéteis retirados da embalagem sem nenhuma seleção ou tratamento. Os projéteis produziram 54.6mm centro a centro (c-t-c). Este é o nosso agrupamento de controle. Figura 9 - Rifle padronizado 10 tiros Na primeira experiência, passaram-se 10 projéteis pelo padronizador e fez-se um agrupamento, mostrado na figura 9. Observa-se uma melhora considerável na precisão. O tamanho do grupo foi de 43.5mm c-t-c. Figura 10 - Rifle padronizado e lavado 10 tiros. Na figura 10 tem-se o agrupamento produzindo por projéteis padronizados e lavados. O agrupamento encolheu para incríveis 16.1mm c-t-c! Figura 11 - Rifle padronizado e lavado e lubrificado 10 tiros. A figura 11 apresenta um bom agrupamento de 14.4mm c-t-c produzido por chumbos rifle, padronizados, lavados e lubrificados. Figura 12 - Rifle padronizado, lavado, lubrificado e pesado 10 tiros. Na figura 12 temos um belo agrupamento de 25.8mm. Apesar da dimensão maior, apresenta um formato que permite concluir que um tiro foi fly. Retirando o desgarrado (fig. 13) tem-se um tamanho surpreendente de 10.6mm c-t-c! Figura 13 - Rifle padronizado, lavado, lubrificado e pesado 9 tiros A seguir testou-se chumbos Crosman Premier de 10.5 grains. O agrupamento de controle apresentou um tamanho de 8.7mm c-t-c conforme se observa na figura 14. Figura 14 - Agrupamento de controle do Crosman Premier 10 tiros Figura 15 - CP padronizados 10 tiros A figura 15 apresenta 10 tiros do chumbo CP que passaram pelo padronizador. O tamanho do agrupamento foi de 7.2mm c-t-c. Figura 16 - CP padronizado e lavado 10 tiros Lavando os CP obteve-se um agrupamento ainda melhor. 5.5mm c-t-c conforme se observa na figura 16. Figura 17 - CP padronizado, lavado, lubrificado e pesado. 10 tiros Já a pesagem não trouxe grande melhora, conforme apresentado na figura 17. Isso se deve a pouca variação da massa dos projéteis no lote analisado. Como teste final fiz um agrupamento de 5 tiros que foi talvez o melhor que já fiz. incríveis 1.2mm c-t-c! Figura 18 - CP agrupamento de 5 tiros, padronizado, lavado lubrificado e pesado. Os testes feitos com chumbo JSB exact heavy, não mostraram ganhos significativos, provavelmente devido ao alto nível de controle de qualidade da fábrica da República Tcheca. Figura 19 - JSB controle 10 tiros Figura 20 - JSB lavado e padronizado Conclusão Pelos testes feitos conclui-se que em projéteis onde o controle de qualidade não são rigorosos, o ganho de precisão com seleção e padronização é impressionante. Todas as ações propostas produziram ganhos que não se podem desprezar. O chumbo da marca Rifle, cujo custo é 10% dos chumbos de qualidade, produziu resultados 90% de acertos em cartuchos de espingarda 12 a 45m. Não foi melhor por causa do vento forte. Considero altamente compensador a preparação dos projéteis visto o ganho de precisão, tornando os chumbos Rifles uma excelente opção para atividades de plinking. Já para os chumbos premiuns, não se mostrou tão produtivo. Eu vou continuar a fazer nos CP, pois vi alguma melhora, porém nos JSB irei apenas lubrifica-los. E MAIS: http://carabinasdear.com.br/caforum/index.php?/topic/12421-review-padronizador-sizerpac-177/&tab=comments#comment-211522 alissonrobson Atirador [Review] Padronizador Sizerpac .177 carabinasdear.com.br · by alissonrobson A maioria dos projéteis não são exatamente iguais entre si, existem variações de peso, medidas, imperfeições produzidas durante o processo de fabricação e/ou transporte, etc. E isto se agrava em projéteis de baixo custo, já que estes não são fabricados com o mesmo esmero ou passam pelos mesmos processos seletivos que os chumbos premium. Sabendo que nenhum chumbo é igual ao outro é lógico pensar que cada um se comporta de maneira diferente durante o disparo, resultando em menos consistência e grupos mais abertos. O que o processo de padronização faz é corrigir imperfeições nos pontos de contato do projétil com o raiamento do cano, o resultado disso é que todos os projéteis padronizados se comportarão de maneira similar na hora do disparo, no que diz respeito a imperfeições nos pontos de contato com o raiamento, o que se traduz em maior consistência e em grupos mais fechados. Mas a padronização não é o único ponto a ser observado, como falei antes, também existem variação de peso, então selecionar projéteis por peso, com a ajuda de uma balança de precisão, também ajudam muito na obtenção de bons grupos! Para padronizar projéteis você vai precisar de um... padronizador! E é de um equipamento desses que eu venho falar hoje, o Sizerpac. Então acompanhe o review e tire as suas conclusões sobre o produto e essa prática um tanto negligenciada por atiradores iniciantes, a padronização de projéteis. O Sizerpac Feito exclusivamente para o calibre .177 (4,5), o Sizerpac é bem diferente dos padronizadores vendidos aqui no Brasil, o corpo, em formado circular é quase que totalmente feito de polímero, mas passa longe de ser frágil. Este formato diferenciado não é por acaso, o Sizerpac tem mais algumas funções além de padronizador e uma delas é que ele serve como um dispenser para guardar até cinquenta projéteis individualmente evitando que estes se amassem em contato uns com os outros, como geralmente ocorre em outros recipientes. Uma falha que notei neste ponto é que, devido à profundidade dos furos, não dá para guardar projéteis do tipo diabolo no Sizerpac, então esta função fica limitada apenas aos do tipo match ou similares de mesmo tamanho. Um pondo bastante interessante de sua construção é que ele se encaixa perfeitamente nas tampas de latas de chumbo de 500 unidades .177 (ou 250, .22), se você o encaixar em cima de uma dessas tampas, os projéteis padronizados cairão diretamente dentro dela evitando que estes se percam durante o processo. Onde o Sizerpac se destaca? O Sizerpac se destaca onde qualquer outro padronizador se destaca: na padronização de chumbos de baixo custo (sim, Rifle, Gamo Match e Technoguns, estou olhando para vocês). Em projéteis premium (JSB, RWS e afins) os resultados são quase imperceptíveis, mas nos de baixo custo o Sizerpac mosta a que veio, os ganhos são muito grandes. A quem se destina? Qualquer pessoa que se preocupe com a consistência dos seus disparos. Veredicto Na minha humilde opinião vale MUITO a pena, o padronizador é muito bem construído e funcional, deixa muito pouco a desejar. Prós: Possibilidade de guardar até 50 chumbos individualmente no próprio padronizador. Encaixe para que o chumbo padronizado caia direto na caixa. Bom acabamento. Preço: o meu saiu por volta de 45 dilmas. Contras: A haste do padronizador não é nada ergonômica. Me enrolei um pouco no início, mas já me acostumei. A haste do padronizador deveria vir presa ao seu corpo por algum tipo de alça, pois devido ao seu tamanho fica muito fácil de perde-la. Os espaços reservados para que os projéteis sejam acomodados separadamente deveriam ser um pouco mais profundos, pois não dá para guardar chumbos do tipo diabolo, ficando restrito aos do tipo match ou similares de mesmo tamanho. Onde comprar? Comprei o meu no Ebay com este vendedor, muito honesto por sinal, mas aparentemente não está mais vendendo. De qualquer forma mandei um email pra ele perguntando o que está acontecendo e até a publicação deste review não obtive respostas, assim que tiver novidades atualizo o tópico. Editado Agosto 10, 2015 por alissonrobson carabinasdear.com.br · by alissonrobson
  3. Diário Oficial da União Publicado em: 08/05/2019 | Edição: 87 | Seção: 1 | Página: 4 Órgão: Atos do Poder Executivo http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/decreto-nº-9.785-de-7-de-maio-de-2019-87309239
  4. Sugestões ( além da CBC B19-Z ) para o rodriguespmc ( várias ultrapassam limite de $; várias em 5.5, algumas sem o GAS RAM ). CARABINAS THUMB HOLE ( 12 ) PUMA JUNIOR > 4.5 KRAL 004> 4.5 CBC BAM B19-17> 4.5 CBC BAM B19-17> 5.5 GAMO CFR> 4.5 GAMO CFR> 5.5 GAMO WHISPER> 5.5 GAMO WHISPER IGT> 5.5 ( G.R 60 kg ) GAMO ELITE IGT> 5.5 ( G.R 60 kg ) SAG AR2000 JET> 5.5 ( G.R. 70 kg ) HW 97KT> 4.5 SAG R1000 GR> 5.5 ( G.R. 50 kg )
  5. De acordo com o Charles: " tendo em vista o histórico do teu irmão ", considero sua suspeita infundada, caro Proenks. E mais, do mesmo autor, com o qual concordo integralmente: vai de desempeno mesmo, pelo menos quando empenar novamente não vai perder muito dinheiro. EDIT: é curioso como quase TODOS NEGAM o " crime " do cano torto para cima, impressionante isso. C. M.Q.
  6. Sakê fake, só pode. C. M.Q.
  7. Saiki vem piorando...será conterrâneo? ( mineiros já são doudos, só pioram ). E as miras do Coelho? rs C.M.Q.
  8. Ô Mito, conheça o mundo maravilhoso do Ruy Multiforum Saiki. Abraço os dois Nihonjin ( humm... ) e Henrique Diana Coelho. C. Métil Brasileiro.
  9. Marco, boa noite.

    Se ainda estiver vendendo chumbos RIFLE PREMIUM, favor enviar-me tabela de preços, 4.5 e 5.5, com frete BH ( CEP 30130170)

    Se quiser responder por e-mail: agapimou@gmail.com

    Estou mais interessado no 4.5 FLAT HEAD HEAVY.

    Abraço

    M.Q.

     

  10. RSRS, além das russas, prestei minha homenagem às vovós lusitanas reconhecidas tb. por esse adereço, caro gaúcho pernambucano. Quanto aos netitos, não querem nem saber se a culatra é de polímero ou de ferro, querem é gastar minhas munições, sem dó. À propósito gastei quase tudo o que eu tinha com mulheres , vinhos, munições de Portugal e rifas do Macedo. O resto desperdicei. Abraço, Mario Tulio Flathead.
×
×
  • Create New...

compressor-pcp-cilindros-scuba-220v-auto-stop-ajustavel-4500psi-300bar-30mpa-01.jpg